Rascunhos de pensamentos (ou: o cérebro ainda está de férias)

1) Eu sei que nada, nada, nada, justifica o mar de lama. E que há algumas provas irrefutáveis de corrupção, ou, no mínimo, grave quebra de ética. Mas que por trás de tudo isso tem um leve fedor de complô… ah, tem.
2) O mais triste é constatar que, sim, a direita tinha razão e o PT não estava preparado para governar o Brasil, mas no seguinte sentido: para governar esse país é preciso ter proficiência na roubalheira. E isso, está evidente, o grupo que nos governa não tinha. São amadores.

-Monix-

Miguxês no Timor Leste?

Tá lá, no No Mínimo (“A Palavra É”, do Ségio Rodrigues):

Televizaun
27.06.2005 | É curiosa a semelhança entre algumas deformações presentes naquilo que se costuma chamar de “linguagem da internet” – e que na verdade não é linguagem nenhuma, mas apenas uma notação diferente para o velho português de sempre, uma simples brincadeira ortográfica – e certos modos de escrever consagrados em Timor Leste.
“Televizaun” é um dos “regionalismos” timorenses registrados pelo Houaiss que não fariam feio num bate-papo entre internautas crentes de que estão implodindo o idioma de seus pais e professores – uma ilusão ingênua que muita gente boa, sem querer, reforça e amplifica, ao reagir de forma alarmista a um modismo inócuo. Outros casos em que Timor Leste, apesar de todo o seu atraso econômico e social, demonstra estar na vanguarda dessa tendência: kuidadu, feriadu, tentasaun, paun.

Quem diria! O Miguxês*, na verdade, é Timorês.

-Monix-

* Miguxês=dialeto conhecido principalmente em sua forma escrita, utilizado basicamente pelas miguxaaaaaas :-)

%d bloggers like this: