Desenhos animados – I

Como vocês sabem, eu sou do tempo em que cartun chamava desenho animado. Outros tempos, eu sei. Mas alguém por favor me diz se os desenhos que víamos também eram cheios de referências adultas como hoje e eu não sacava porque era criança? Porque descontados os desenhos pra gente grande, tipo South Park e Os Simpsons, eu encontro citações que definitivamente não são para serem decifradas pela minha filha, nem mesmo pelos meus sobrinhos, um tanto mais velhos. Se não vejamos:

– Num episódio das Meninas Superpoderosas, vários vilões se reúnem e formam os Beat all (cuja pronúncia é semelhante a beatles). O delegado convoca e imprensa para falar dos crimes do bando e faz uma apelo: ‘Socorro, nós precisamos de alguém. Socorro, precisamos de qualquer um…’ (sim, sim, a letra de ‘Help’). E a única maneira encontrada para destruir o grupo foi arranjar uma namorada para um dos integrantes – chamada Mojo Ono.

– Já no Laboratório de Dexter, ficamos sabendo porque Mandark, o antagonista, é tão revoltado e dedicado à ciência e à tecnologia: seus pais eram hippies radicais, que desprezavam todo tipo de modernidade. Além disso, para desafiar as determinações de gênero, colocam nele o nome de …Susana.

Alguém me fala aí se na Corrida Maluca, no Ligeirinho ou no Papa-léguas tinha coisa semelhante? Não acho ruim não; é só pra saber.


Helê
A propósito: tem um desenho no cartum que chama-se Pixicodelics, em que o vilão quer tomar a internet. Sinal dos tempos…

Advertisement

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: