E você?

Outubro 19, 2006


Ó só, dá uma ajuda aqui? Eu fiz campanha contra o voto nulo no primeiro turno, convicta. Compreendo que este voto possa ser uma maneira de protestar blábláblá, mas só e somente quando estiverem esgotadas todas as outras possibilidades. E o que eu via muito era uma certa covardia, às vezes até mesmo preguiça de se comprometer com uma determinada posição.

Porém – ai, porém! – agora vamos nós aqui no Rio decidir entre Cabralzinho e Mme. Frossard. Cara, como a gente diz lá no subúrbio, tá ruim de segurar com a mão. Eu votei nela contra o Crivela sem nem piscar, mas agora… Eu tento, viu, mas quando eu vejo o horário político ou ela no debate, me sinto torcendo por um time pequeno, tipo São Cristóvão, sabe como? Você quer que acerte, mas não convence.

Já no vascaíno – que já tem contra si essa característica – eu votaria se o DNA contasse, porque a gente sempre tem esperanças que afinal um filho do Sérgio Cabral não seja uma pulha absoluto. Mas o cara é tão profissional, tão bom de vídeo e imbatível em debate que dá meda.

Então hoje eu não vou dar pitaco, mas pedir. Ajudem-me a checar se realmente todas as possibilidades estão esgotadas.

Helê

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: