Metáforas*

Metáforas*

Fevereiro 14, 2007

O título lembra uma canção do Gil, mas aqui falo sobre criações do Chico Buarque:

– Você não acha que ele escreveu ‘Futuros Amantes’ para nos consolar a todas? Eu, pelo menos, não consigo escutar sem executar pelo menos uns dois suspiros duplos carpados® e um sorriso besta, pensando no amor que nós (eu e ele) (ainda) não pudemos viver.

– Já ”A história da Lili Braun”eu acho que é a metáfora do casamento, ou no embotamento do casamento após a fase tórrida da paixão e do enamoramento. Conquista e rotina, fascínio e acomodação, essas duplas. Não estou falando de um casamento específico, e essa percepção eu sempre tive, independente do meu estado civil ou da minha felicidade conjugal – que ora abunda (ui!). Portanto, não é pessoal, ao contário é geral e generalizante. Ouçam e discordem, se puderem.

E comentem, que eu acho que vocês não dão muita bola pros meus arranjos musicais (apelei, reconheço…)

Helê
*Metáfora, segundo genial definição do filhote da Otra, “é uma coisa que não é nem mentira nem verdade”.
® Copirráite da Renata, do Objeto Abjeto (sensacional, báideuei).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: