Salve Jorge!

Abril 23, 2007

Oração

Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge para que meus inimigos, tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me vejam, e nem em pensamentos eles possam me fazer mal. Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar. Jesus Cristo, me proteja e me defenda com o poder de sua santa e divina graça, Virgem de Nazaré, me cubra com o seu manto sagrado e divino, protegendo-me em todas as minhas dores e aflições, e Deus, com sua divina misericórdia e grande poder, seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meu inimigos. Glorioso São Jorge, em nome de Deus, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, e que debaixo das patas de seu fiel ginete meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós. Assim seja com o poder de Deus, de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo. São Jorge Rogai por Nós.

Hoje é feriado no Rio de Janeiro, dia de São Jorge, Ogum nos Candomblés daqui. O mais carioca dos santos, a mais bela e poderosa imagem de um santo – o único retratado em ação, sem o semblante de sofrimento, mas enfrentando e matando o inimigo. Que ele abençoe a todos nós. E mande um axé especial pra minha querida amiga Rê, dona do São Jorge mais charmoso da cidade e que me deu a imagem que faltava no meu altar, abençoada com axé e amor.

Helê
PS: No Duas Dial, novidades na lista de Jorge: reforçam o time a Paula Lima, Funk como le gusta e Benjor; Maria Bethânia e Rita Ribeiro. Salve!

Feitiço de Áquila

Abril 23, 2007

Ele corre. À noite.
Eu caminho. Pela manhã.
Ele dá quase três voltas no mesmo percurso em que me esforço pra completar uma.
Eu inicio o dia com disposição e energia onde ele descarrega tensões e chateações.
Ambos estão extremamente satisfeitos com as respectivas opções, adequadas ao estilo de cada um.
O que não nos impediu de caminhar juntos na sexta-feira de manhã. Porque disso é que é feito um casamento, individualidades e encontros, concessões e partilha. Porque um casamento dá certo quando a gente quebra feitiços – e redescobre encantos.

Helê

%d bloggers like this: