Sexta-feira, Junho 01, 2007 Sobre anteontem à noite

Junho 01, 2007

Foi uma festa suprema a comemoração do terceiro aniversario do Duas Fridas, em noite de chuva forte (como vocês já sabem, cariocas temem a chuva e ficam em casa) e jogo decisivo no Maraca. A Família Frida estava lá em peso: as quatro supremas, a madrinha DaniS, Dom Diego e o Carlos, rãsbandi da Dedéia. Sim, uma mesa cabalística de sete pessoas, cinco mulheres e dois homens solidários e destemidos – superiores, enfim. Como em qualquer reunião familiar, rimos muito, falamos mais ainda e maldissemos os faltosos, claro – mas só um pouquinho…
Muita gente não compareceu por causa de detalhes pequenos, como morar em Belo Horizonte ou São Paulo. Outros não conseguiram transpor os obstáculos conjunturais, e sabe lá quantos mais. Então, para quem perdeu a noite, preparamos um resumo muito bem resumido, pra vocês terem uma idéia do que perderam e pensarem duas vezes no ano que vem:

– vocês não aprenderão a colocar uma calça jeans a vácuo;
– nem imaginarão qual de nós sonha ser o Décio Pitinini;
– não terão presenciado a declaração bombástica e espontânea, feita por um senhor distintíssimo, de que o Nova Capela, boteco honesto e tradicional da Lapa, nunca recebeu tantas mulheres bonitas numa mesma mesa, desde 1962;
– e não vão saber por que nosostras estamos a dois graus de separação do Brad Pitt.

No mais, agradecemos aqui todos os comentários e emails de parabéns. Muitíssimo obrigada pela genrosidade, apoio e carinho. Escrevemos para e por vocês, esperando que mais se manifestem a cada vez – simplesmente porque assim é mais divertido, this is what¿s it all about, ou something assim.

Duas Fridas

Junho 01, 2007

Quando não está blogando, cuidando da princesinha que tem em casa, chamegando o marido ou fofocando com as amigas, ou seja, na maior parte do seu tempo útil, minha sócia Helena está se dedicando ao duro ofício da comunicação. Como profissional competente que é, conhece profundamente a questão dos quilombolas, particularmente no estado do Rio, e por isso não pôde se furtar a dar sua contribuição ao debate quando leu a edição de domingo do Globo, há uma quinzena atrás. O resultado ganhou a capa do Observatório da Impresa, e eu, como boa sócia-coruja, não podia deixar de babar aqui com vocês.

-Monix-

%d bloggers like this: