Eu e Meu Rei

Junho 19, 2007




Hoje, no Centro Cultural Banco do Brasil

Gente, são raros os meus momentos de timidez ou embaraço, mas são como os de qualquer um: eu ensaio o texto infinitamente e na hora sai tudo errado, eu gaguejo, o coração dispara e depois eu me acho uma imbecil. E tenho certeza que o outro me achou uma anta rematada. Mas valeu a pena tudo isso pra tirar uma foto com ele, dizer que eu o leio desde a época do “Para gostar de ler” – cujo título cumpriu a função. E dizer ainda pra ele que eu digo sempre pra vocês, meus amigos: “Veríssimo é o meu pastor e nada me faltará!”

Helê, novamente embevecida

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: