A nossa Parada

Segunda-feira, Outubro 15, 2007

Olha, eu a-do-gay ver o governador na nossa Parada Gay, cara. Deu um orgulho! Sim, eu sei que ele foi por questões políticas, mas quem foi por outros motivos? Além do mais, me fez lembrar quem foram os útlimos governadores desse estado, cruz credo!

*
Ainda não é um brastemp, mas foi bem bonita a Parada. Um milhão e duzentos é um sucesso, ainda mais contando que não foi um dia de sol escaldante. Eu sempre me perguntei porque é que a gente não conseguia fazer um evento de alguma expressão – não podia ser por falta de bi, que aqui também abunda, graçasdeus!

*
Falando em parada: aqui no Rio não rola “Cow parade”, isso é coisa de novaiorquino e paulistano. Aqui é a Parada da Vaca, valeu? (Ruim ter que explicar a piadinha mas… é que parada é um gíria muito comum para os cariocas, tudo pode ser uma parada, entende? Mais ou menos como ‘trem’ para mineiro) . Ao lado, a Vaca Gentileza, a nuestra, por supuesto!

*
Agora, se aqui no Rio a coisa demorou a pegar, imagina o que é reunir 5 mil pessoas na Parada Gay do… Acre? Sensacional, as Bees de lá estão de parabéns!

*

Eu só não fui porque era aniversário do meu cunhado favorito, vocês conhecem. Porque eu também acho que é fundamental que nós, simpatizantes, compareçamos. Até porque, como a gente sabe bom aqui no Rio, simpatia é quase amor ;-) …

Helê

%d bloggers like this: