Um papo que virou post

Terça-feira, Dezembro 04, 2007


– Eu concordo com a Dedéia, acho que esse papo é como um mantra do mal, como “eu detesto academia”. Tem certeza? Detesta por que, já experimentou que tipos, que atividades já vez? “Eu não tenho habilidade manual” – não mesmo? O que você chama de habilidade manual, quais já tentou? Será que não está se baseando num padrão irreal, como começar hoje fazendo bolsas da Reina Madre? Eu digo isso de cadeira, porque eu sempre disse que era uma zebra pra trabalhos manuais. E sou mesmo, para muitos deles, como embrulhar presentes, por exemplo. Mas faço ponto em cruz com um avesso perfeito e meus fuxicos são bem apresentáveis. E pra descobrir só me bastou tentar. A gente tem que se desafiar, desafiar essas frases feitas, sobretudo se há um desejo. Porque se não houver tudo bem, a gente também não precisa lutar todas as batalhas, não é mesmo?

Helê

Anúncios

Efeito colateral

Dezembro 04, 2007

A continuar essa mania da imprensa carioca (leia-se O Globo, o último reduto de informação da classe média pseudo-intelectual desta mui leal e heróica e resistente capital cultural do país) de noticiar com destaque e indignação todo e qualquer crime ocorrido na zona sul da cidade, ignorando ou registrando secamente tudo que se passa “do Rebouças pra lá”, acaba que daqui a pouco vamos começar a acreditar que Botafogo e Leblon são os bairros mais perigosos da cidade. They didnt see that coming, did they? -Monix-

%d bloggers like this: