Dezembro 12, 2007

“Fica comigo?” significa muito mais do que um beijo ou uma transa. “Eu sou esse torrencial incontido que transborda para todos os lados, se esvai, deságua para um lado, escorre para outro. Eu quero repousar em algum lugar para finalmente me juntar inteira e sentir meu tamanho. Você pode ser esse lugar? Fica comigo?”. (Gustavo Gitti)

Uma aula sobre as mulheres, por um homem, para homens.

-Monix-

Anúncios

Rádio cabeça

Dezembro 12, 2007

Chega de passsar / a mão na cabeça de quem te sacaneia

-Monix-

House MD

Dezembro 11, 2007


Se você é fã dele, como eu, vai se divertir com esse vídeo.

Helê

10:48 PM
Comments (2)

Dezembro 11, 2007

Uma loja anti-capitalismo onde os produtos não são vendidos.

Genial.

Masterchorus

Dezembro 10, 2007

Ingresso para o gramado: R$ 190,00

1 picolé de fruta: R$ 4,00

Every breath you take sussurada no meu ouvido: não tem preço

-Monix-

Quarta-feira, Dezembro 05, 2007


Mais uma do Milton Ribeiro, dessa vez um conto bem bacana, que me fez pensar no seguinte: realmente, essa brincadeirinha de “what if” perde toda a graça quando a gente tem filho(s). Eu sempre achei divertido imaginar como teria sido minha vida se em vez de tomar uma decisão – por insignificante que pareça – lá atrás, tivesse ido por outro caminho… Mas hoje fica difícil brincar assim, porque qualquer uma dessas decisões diferentes provavelmente teria levado a uma cadeia de fatos que não incluiria o nascimento do meu filho. E aí perde completamente a graça.
Ser mãe muda tudo mesmo.

-Monix-

Um papo que virou post

Terça-feira, Dezembro 04, 2007


– Eu concordo com a Dedéia, acho que esse papo é como um mantra do mal, como “eu detesto academia”. Tem certeza? Detesta por que, já experimentou que tipos, que atividades já vez? “Eu não tenho habilidade manual” – não mesmo? O que você chama de habilidade manual, quais já tentou? Será que não está se baseando num padrão irreal, como começar hoje fazendo bolsas da Reina Madre? Eu digo isso de cadeira, porque eu sempre disse que era uma zebra pra trabalhos manuais. E sou mesmo, para muitos deles, como embrulhar presentes, por exemplo. Mas faço ponto em cruz com um avesso perfeito e meus fuxicos são bem apresentáveis. E pra descobrir só me bastou tentar. A gente tem que se desafiar, desafiar essas frases feitas, sobretudo se há um desejo. Porque se não houver tudo bem, a gente também não precisa lutar todas as batalhas, não é mesmo?

Helê

%d bloggers like this: