Raiva

Março 04, 2008

Para Samanta

Eu tenho tanta dificuldade de lidar com a raiva que por muito tempo pensei que nem a sentia. Mas aprendi com o Bruno Bettelheim que quando varremos um sentimento negativo para debaixo do tapete, geralmente levamos junto alguns sentimentos bons, e o resultado é aquele sentimento de anestesia que não ajuda ninguém a ser feliz.
Vivenciar plenamente um momento de dor requer passar por um período de luto por nós mesmos: uma pausa necessária para botar os sentimentos em ordem e conseguir agir com um mínimo de racionalidade. O segredo é lidar com uma coisa de cada vez, porque a lente da raiva distorce tudo.
Em momentos de crise, o melhor a fazer é deixar o problema descansar, como uma massa de pão, enquanto a a raiva fermenta, cresce, depois cozinha e murcha.
É por isso que dizem que a vingança é um prato que se come frio.

-Monix-

Anúncios
%d bloggers like this: