Uma canção…

… para o fim de semana: É fim do mês, do malu belê Raul Seixas.

Bom finde pra geral.

Helê

Anúncios

Sobre filhos

Dia desses eu andava bem tristinha, e minha filha fez alguma coisa que me aqueceu. Não lembro o que foi – sorriu? apareceu na minha frente? existiu, apenas? Não me curou de todo, mas desenhou um caminho, fez entrar uma réstia de sol, empurrou um canto da cortina da tristeza me fazendo ver que a alegria continuava lá fora.

Então eu fiquei pensando nesse poder que os filhos têm de nos manter ligados à vida, esse fio terra com a esperança que eles são. Que não impede que a gente sofra nem garante felicidade eterna, isso é propaganda (enganosa) do dia das mães. Mas nos mantém conectados com o bem e o bom.

E passei a procurar metáforas, imagens pra esse bônus da maternidade. Pensei em âncora, mas me pareceu pesado demais. Antena também serve, mas a estética me desagrada. E aí pensei em pipa, esse objeto tão prenhe de poesia e ternura, e gostei. Imaginei que os filhos são aquela linha amarrada no nosso dedo, pra gente lembrar de ser feliz. Na outra ponta estão eles, como pipa no céu, acenando pra gente. E quando o amor deles se expressa e nos invade, aí somos nós a alçar vôo, livres e alegres como deveríamos ser sempre.

 

Helê

%d bloggers like this: