Fantasminhas camaradas

Nos últimos 15 dias, encontrei na rua, casualmente, nada menos que sete pessoa vindas diretamente de momentos remotos do meu passado. (Uma impressionante média de duas por dia uma a cada dois dias!) Por que será que há momentos em que ficamos tão abertos a esses reencontros? Eu, que gosto de atribuir significados ao acaso, fico me perguntando qual o significado energético disso, que tipo de sintonia está sendo feita, por que é que estas pessoas especificamente foram postas no meu caminho neste momento. Cada um desses encontros me proporcionou o resgate de memórias que estavam bem guardadas, quase mofando. O fio do pensamento me levou a releituras de partes da minha vida que hoje enxergo de um jeito diferente, com a perspectiva do tempo que passou e da maturidade que estou atingindo. Pelo menos uma dessas pessoas me trouxe, talvez sem nem perceber, ajuda para encontrar a solução de problemas bem atuais. E conversando com ela, percebi que encontros e desencontros fazem parte da vida. Convivemos com algumas pessoas com quem nem sempre temos afinidade, e perdemos contato com outras com quem temos inúmeros pontos em comum – mas isso não necessariamente é ruim. Estando suficientemente abertos, podemos aprender muito com as pessoas diferentes, que estão inevitavelmente em nosso dia-a-dia. E, principalmente, podemos resgatar aqueles com quem não mais encontramos tanto quanto gostaríamos, sempre que der saudade.

-Monix-

6 Respostas

  1. putz! e aquela cervejinha, jantarzinho ou o que for, hein?

    Gostar

  2. Monix…..!!!!
    Nada melhor que um texto sobre fantasmas para eu deixar meu comentário. Bu. A Luisa me passou seu endereço e como assim eu nunca entrei aqui? Adorei tudo, hoje a noite vou linkar você no meu blog e…. espero poder contar com sua visita por lá também! O endereço tá aí no comentário!
    E, antes que eu me esqueça….aqui quem fala é o fantasma Thiago, do Z10, seu eterno estagiário. Beijos.

    Gostar

  3. hahahaha, só eu mesma pra errar uma conta banal dessas. :P
    beijos

    Gostar

  4. puxa, monix, posso assinar onde? mes passado também tive um monte de encontros desses e reflexoes parecidas. beeeeijos

    Gostar

  5. Eu acho esses momentos interessantes, parecem fechamentos de ciclos. Eu sei uma das pessoas com quem vc encontrou (ou suponho que sei, pelo menos), um ex-namorado da minha irmã, tou certa? Encontrei com ele também e foi bem legal, pelo menos.

    Agora, eu sei que sua vontade de reencontrar as pessoas é grande e tal, mas dá uma revisadinha na sua conta aí, que sete pessoas em 15 dias dá uma pessoa a cada dois dias, e não duas pessoas por dia. Ops…
    bjks

    Gostar

  6. Pois é! Q belos reencontros, esses. As boas lembranças deixam portas abertas. Bjs!
    Andrea

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: