Para ver a Mona Lisa

Poucos se dão conta de que a única maneira de provar que se esteve tête-à-tête com a Mona Lisa é justamente registrar o milharal de cabeções entre a sua câmera e a tela.

A conclusão do Ricardo Freire, o viajante mais interessante do Brasil, é perfeita. Foi a mesma sensação que tive, quase dez anos atrás, e olha que nem havia essa profusão de câmeras digitais na época.

-Monix-

4 Respostas

  1. sou eu!

    Gostar

  2. sou eeeu! ;)

    Gostar

  3. e eu, sinceramente, me pergunto por que tirar tanta foto. o registro de minha presença na ponte carlos vai contribuir em que para o engrandecimento meu e dela?

    é a nossa angela aí em cima? oi, angela!

    beijos

    Gostar

  4. poizé, amorecas. fui passear por aí e caaaara, guernica, o quarto do sem zoreia, as majas – especialmente a desnuda, hahahaha – , as meninas e outras coisitas enquadradas más são uma espécie de britney spears dos museus. o povo pira, fica na fila, dá pulinho para tentar olhar, e após meio fração de nano segundo, saem satisfeitos para fazer compras na lojinha do museu, ceeeertos que cumpriram sua *obrigação*. pfffffffffffffffffffffffffffffffff.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: