Quem não se comunica

Como vocês já sabem, nós duas somos jornalistas. Em nosso dia-a-dia de trabalho, são comuns (muito mais do que vocês imaginam) situações em que precisamos explicar para um cliente (interno ou externo) que nosso trabalho é especializado, que existem técnicas específicas, que a gente estudou para isso, que não basta “levar jeito para redação” para fazer o que nós fazemos. Tem muita gente que acha que só porque sabe escrever (tipo: foi alfabetizado) sabe, automaticamente, se comunicar. Isso é tão fora de propósito quanto alguém achar que só porque aprendeu a fazer contas pode construir uma ponte, por exemplo.

A questão é que não basta dominar a ferramenta – no caso, o idioma. Tem que saber o que escrever, para quem, que estratégia adotar. Etc, etc, etc. Se tem uma coisa que irrita qualquer profissional da área é a arrogância de boa parte do pessoal das ciências exatas ao considerar a técnica “deles” mais difícil que a “nossa”. Se eles conseguem ser engenheiros, que é tãaaao difícil, é claaaro que também conseguiriam fazer a assessoria de comunicação, se tivessem tempo (eles são muito ocupados). Afinal, comunicação é muito simples, é coisa daquele povo que não gostava de estudar e escolheu o vestibular mais fácil de passar.

Pronto, falamos.

As Duas Fridas

Anúncios
%d bloggers like this: