A Festa do Resta 1

Bom, eu estive meio recolhida esses dias, que vocês hão de convir que uma semana de comemorações exige muito da pessoa humana. E o day after, ou os days after aniversário sempre trazem um pouquinho de melancolia, uma espécie de refluxo da euforia.

Mas são muito os pedidos de explicações e comentários, então lá vamos nós: o título refere-se ao fato de que eu completei 39 primaveras, donde, me resta apenas mais um ano na Casa dos Trinta. No próximo ano me mudo pro Condomínio dos Enta – de onde não pretendo sair tão cedo (a idéia do RestaUm® é da Dedéia e do Ca, direitos reservados).

A festa foi ótema, eu ganhei muitos presentes, dancei bastante, fui muito afofada pelos amigos, fechei o bar  e me lembro de tudo – ó que perfeito! Nem todo mundo que gosta de mim pode ir (eu compreendo, eu compreendo) mas quem foi fez o Trapiche tremer e o meu aniversário muito feliz e divertido. E eu agradeço a todos, todos mesmo os que lá estiveram, de um jeito ou de outro: ao vivo e em 3D, por telefone do outro lado do Atlântico – o querido Cláudio Luiz -, em pensamento e vibração.

Mas eu acho que falar da minha própria festa é meio cabotino (eu acho essa palavra tão elegante!), então passo a palavra a quem lá esteve:

Sua festa foi ótima! Tb, só tinha gente fina, elegante e sincera… E além do mais, já sabemos, vc evita qualquer relação com pessoas de temperamnto sórdido!!!

Juliana Torres

Foi tudo maravilhoso!

Eu cheguei antes da aniversariante, que fez talqual uma noiva e chegou fashionably late. Já eu fui britânicamente pontual e fiquei fazendo palavras cruzadas enquanto esperava, hahaha

A noiva, digo, aniversariante, estava linda e feliz. Os convidados acompanharam o clima de alto astral reinante.

Monix

Então é isso, ano que vem tem mais! Ah, quer mais? Tá, as fotos estão lá no Chatô. Olhai e comentai.

Helê

%d bloggers like this: