Currículo de férias

Eu já estive no palácio do Rei Minos (ou o que restou dele)
Eu já tive como guia da minha visita à Basílica de São Pedro um cardeal cotado para suceder João Paulo II
Eu já sobrevoei a Amazônia
Eu já fui ao aeroporto de Guarulhos só para jantar (escolhi um combinado japonês)
Eu já assisti um filme francês em Havana
Eu já vi os navios se aproximando do Canal do Panamá (pela janela do avião)
Eu já tive que comprar uma bolsa no meio do dia para dar conta de levar as tralhas que tinha comprado no caminho
Eu já comprei um queijo muito fedorento e tive que carregá-lo na mala pelo resto da viagem (mas valeu a pena, porque era uma delícia)
Eu já me perdi em Londres, justo no dia que saí sem o mapa
Eu já passei muito mal por causa da comida gordurosa de Cuba
Eu já passei o reveillón em outro país
Eu já fui a uma festa num barco no rio Sena (e tomei Brahma de latinha!)

Eu nunca me entendo com o câmbio de moedas
Eu nunca viajei de trem no exterior
Eu nunca me hospedei em albergue
Eu nunca peguei carona
Eu nunca tive problemas com filme velado, fotos perdidas e quetais
Eu nunca vi a Muralha da China (quem sabe um dia?)
Eu nunca fui roubada (toc, toc, toc)
Eu nunca me hospedei em hotel 5 estrelas (ainda hei de)
Eu nunca vi as árvores douradas pelo outono
Eu nunca viajei a trabalho
Eu nunca quis ir à Disney
Eu nunca estourei o cartão de crédito
Eu nunca fiz amigos em viagens (oh, que novidade)

Monix, fazendo a mala

Reedição, com adaptações, de post publicado originalmente em 17 de outubro de 2007

Anúncios

Constatação

Tem gente que, com o passar do tempo, acaba por se transformar em seu próprio retrato de Dorian Gray.

-Monix-

%d bloggers like this: