Momento gentileza

Antes de narrar o momento propriamente, é necessário apresentar o contexto, estranho aos não-cariocas e/ou aos que não têm filhos idade pra entrar na escola. Aqui no Rio existem três escolas públicas muito boas: o Pedro II e os colégios de aplicação, da Uerj e da UFRJ. Todos parecem ser bem colocados no tal Enem, têm boa estrutura, currículo e bons professores, e são gratuitas. Por aí vocês podem imaginar o que envolve a disputa por vagas. Para admissão na antiga 6ª série há provas que são verdadeiros vestibulinhos. Para o ingresso no 1º ano, o antigo curso de alfabetização, na impossibilidade de um teste sobre massinha II ou fundamentos do desenho a dedo, são realizados sorteios. Pelo que ouvi, o do Cap Uerj, reazlidado ontem, tinha cerca de 2 mil concorrentes para 30 vagas.

Pois eu estava lá, num teatro lotado de pais ansiosos, beirando a histeria. Então uma menina foi sorteada e o representante dela foi chamado. Minutos depois foi anunciado que, conforme o edital, aquele não poderia ser o representante da candidata, por ser menor de idade. Para minha surpresa, várias pessoas da platéria levantaram, imediatamente, prontificando-se a representarem a menina, já que o edital dizia que poderia ser qualquer pessoa maior de idade. Um gesto muito nobre, considerando que a eliminação da menina abriria uma vaga para o filho ou filha daquelas pessoas. Depois da consulta à auditoria jurídica, foi aceito um novo representante, e todo o teatro aplaudiu a decisão.

Nessas horas eu me comovo e acredito na humanidade.

Depois eu volto ao normal.

Helê

Anúncios

8 Respostas

  1. Muito bonita a atitude daquelas pessoas. Comovente!!

    Gostar

  2. Lindo isso. Também me emocionei. Beijo.

    Gostar

  3. Ai, Helê, que legal. Eu também acredito. Às vzs a gente se ferra, mas acho que na maioria das vezes o saldo é positivo.

    Muitos beijos nas minhas duas amadas.

    Gostar

  4. querida, que coisa mais linda 🙂
    Noutro dia, papai ficou em uma situação difícil, perto do aeroporto santos dumont. Uma van parou, o levou até onde ele podia atravessar em segurança e deixou ele lá.
    uns anjinhos estão de olho, sempre.

    Gostar

  5. realmente de emocionar

    Gostar

  6. Hele, tb fiquei emocionada. e ainda bem que do mesmo jeito que a gente vê barbaridades, presenciamos solidariedade, preocupação com o próximo, respeito, gestos em prol de outro ser humano sem interesse por trás, compreensão, compaixão. vc mesma já me fez ter um cadim de esperança na humanidade com suas gentilezas 🙂

    bj

    Gostar

  7. E eu estou aplaudindo as pessoas que estavam no teatro.

    Gostar

  8. Estou emocionada.
    Há vários “nobres” há nossa volta. Quase sempre. Acredite.
    Um beijo

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: