Séries de tribunal

Dia deses o Serbon perguntou ali nos comentários se a gente curte  séries de tribunal. E então eu me dei conta que sim, eu gosto muito. Law & order, que ele citou, eu vi poucas vezes por questões de horário – a original, que a SVU eu não consigo, tem um casos muito barra pesada pra mim. Acompanhei por muito tempo uma série obscura – tanto que eu nem me lembro o nome – mas que me chamou por causa da abertura, com a maravilhosa canção War, de Edwin Star. E claro que não passei incólume a Ally McBeal, com sua imaginação enlouquecida, seus colegas idem e as especialíssimas participações da voz do Barry White (tenho até um cd da Vonda Shepard, aquela que cantava no happy hour da turma). Calista já havia me conquistado antes de ser uma Walker.

Mas eu percebo, Serbon, que talvez a minha preferência seja menos pelo tribunal e mais pelo nonsense. Veja, a minha preferida do gênero, atualmente, é Boston Legal – Justiça sem limites. São casos tão ou mais estapafúrdios que os da McBeal, um festival de tocs, pervesões e improbabilidades. Tudo isso e a dupla de advogados mais insana possível, Denny Crane e Alan Shore. Eu me divirto horrores – apesar da dublagem criminosa da Fox.

Helê

3 Respostas

  1. Helê, a série cuja abertura tinha “War” como trilha era “Family Law”, sobre um escritório de direito de família. Eu adorava, tinha uma advogada super bacana e os casos eram bem interessantes. Sem falar na música da abertura, que é sensacional e foi uma sacada super criativa, já que aparentemente não tem nada a ver com o tema da série.
    Só pra lembrar, esse papo começou por causa de um post sobre filmes de tribunal: https://duasfridas.wordpress.com/2008/11/19/7-filmes-de-tribunal/
    Bjs, Monix

    Ah, nada como uma sócia competente, não é mesmo? ;-)
    Eu achava que o nome era esse, mas não tinha certeza. E hoje, mais que nunca, eu aprecio a perfeita adequação entre o título e a canção – aliás maravilhosa e, infelizmente, sempre atual.

    Gostar

  2. Cara, eu sou um alien. Eu não conheço, nem vejo, nenhuma série americana, zero, nada. Não é nem por ideologia babaquinha, é falta de tempo e saco mesmo. E a impressão que eu tenho é que todo mundo à minha volta só fala nisso atualmente, todo mundo tá aficcionado por alguma série. e eu bóio solenemente.

    Gostar

  3. “talvez a minha preferência seja menos para o tribunal e mais para o nonsense” e muito… muito… muito mais pela trilha sonora. ehehheheehh

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: