Sacanagem

Ah, as palavras. Algumas são o que são – ou são para o que nascem, como diz o maravilhoso título daquele filme. ‘Saliência’, por exemplo. Precisa dizer mais? Não, já se sabe do que se trata. Esse era um dos sinônimos pra sexo na minha casa quando eu era menina; suspeitava que era algo vedado a nós, crianças, mas que era bom,  divertido, e transgressor. E não estava de todo errada, não é mesmo?

*

Sexo, saliência, sacanagem, safadeza: por que tanto ‘s’, meu deus? Será a sinuidade da letra, o som do fonema, ou só coincidência?

*

E ‘lúbrica’? Outra palavra que se explica por si. Ou, dizendo mais adequadamente, se desmancha por si só, porque só de ouvi-la eu deslizo. Aliás, pensando bem, tem outro grupo de palavras sacanas com ‘l’: luxúria, lascívia, libertino… Será novamente o fonema, o movimento da língua nos dentes… ou só eu delirando mesmo?

*

Falando nisso, tem a cuíca. Eu gosto do som, acho que dá um tempero saboroso ao samba, mas não posso prestar muita atenção. Começa a me dar certa aflição. Você já percebeu? Tem coisa mais safada e sugestiva que o som da cuíca? Aí um amigo que toca se pôs a me explicar a dinâmica da coisa, como se pega o couro, de que modo se tira o grave e o agudo… Nossa, piorou muito, quanto mais ele falava, mais eu pensava em sacanagem.

Helê

5 Respostas

  1. Gente, quase gozei!!! fala sério!!!

    Gostar

  2. Em um aro de madeira prende-se um disco de couro de cabra com uma haste de bambu (cambito) amarrada perpendicularmente em seu centro. Prende-se em uma das extremidades de um cilindro de metal, criando um instrumento semelhante a um tambor.
    A diferença é que a cuíca é invadida, tocada por dentro, friccionando de maneira lúbrica o cambito com um pequeno pedaço de pano molhado com água ou com o próprio suor.

    A mão que agarra a cuíca por fora pressiona o couro próximo ao seu centro enquanto a mão invasora desliza, com ritmo, um pedaço de pano úmido no cambito. Quanto maior a pressão no couro, mais agudo é o som. Quanto mais firme o deslizar no cambito, mais intenso é o grito da cuíca.

    Parafraseando a Anna V. em outro comentário: “como queriamos demonstrar”! :-D
    Beijo,
    Helê

    Gostar

  3. Em relação a cuíca além de você achar sugestiva e safada o som, a primeira sílaba tb é sugestiva, não é? rsrsr…

    Pô, André, aí não tem sugestão, é explicito!
    beijo,
    H.

    Gostar

  4. Helê, pra mim nada supera a boa e velha bunda. E outro dia no dicionário, óia só, topei com uma que ainda não tinha usufruído: recavém!
    Vixe!
    Hahaha!
    Bjs
    r

    Recavém é outro nome pra bunda, Rubão?! Não creio! Sensacional. Pô, bunda é um clássico, né? A palavra tem duas partes, começa concisa e depois parece que aflora, tem som e movimento condizentes com o objeto, adequação total.
    Aquele abraço, boêmio!
    Helê

    Gostar

  5. Engraçado, eu ri muito. Quando ele começou a explicar o funcionamento da cuíca… hahaha.. Muito bom!
    Nunca pensei em sacanagem ao ouvir o som da cuíca, mas com certeza vou lembrar desse post quando ouvir. Quanto aos som dos fonemas é realmente curioso.

    Adoro a idéia de que um post será lembrado ao som de um instrumento, Nicole. Se isso acontecer ficarei bem contente :-) .
    Aquele Abraço,
    Helê

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: