Tarantino

Finalmente fui ver o mais novo Tarantino, aquele cujo título ganhou uma tradução muito mais legal em Portugal.

Eu sou fã do Tarantino, não é de hoje.  Mas com este “Bastardos Inglórios” acredito que ele se superou e fez um filme que verdadeiramente cria algo novo para o cinema: sem poder me explicar muito, para não estragar surpresas, posso dizer que desta vez ele levou às últimas consequências a arte de brincar com os conceitos de ficção/realidade.

E ainda acrescentou mais um item à minhas lista de Melhores Frases Finais de Todos os Tempos:

“Acho que esta é minha obra-prima.”

Eu também acho.

-Monix-

9 Respostas

  1. […] inglórios, o livro – seguindo o filme, que já tinha entrado para a lista de melhores de 2009, o roteiro também ganhou destaque no meu […]

    Gostar

  2. […] sai vencendo sou eu mesma, é claro. Tarantino fez o filme que possivelmente será sua obra-prima (e ele sabe disso); Nora Ephron (ela de novo!) nos entrega um filme lindo sobre comidas e bloguices, nem preciso […]

    Gostar

  3. Puxa, eu também não gostei desse último. Achei o roteiro mal-amarrado. E olha que gostei muitíssimo de Pulp Fiction e de Jackie Brown, esse último é que eu acho a obra-prima dele. Os vários KillBill eu também não gostei.

    Gostar

  4. Uála!!! Achei o filme sensacional! Só o Hitler que ficou meia-boca mas acho que a proposta era essa mesmo… Tarantino é foda, recomendo baixar a trilha sonora.

    Abração e VIVA O MENGÃO,

    Giba

    Gostar

  5. Eu pensei mil vezes se eu ia comentar, e acabei achando que tudo bem, essa é uma casa que respeita as diferenças.
    Então lá vai a minha falha de caráter: não consigo gostar de Tarantino. Simples assim, não consigo. Esse aí eu nem me cocei pra assistir. Tendo dito isso, ainda posso ser amiguinha de vocês?
    ;-)

    Gostar

    • Uai, claro que pode, né? Aqui pode gostar ou desgostar de tudo. Só não aconselho a falar mal do Dr. House, o resto vale! #ficadica

      Como diria D. Maia, vale tudo, Ana; faço minhas as palavras de la Otra. Agora, olha, aqui entre nós, eu tb não sou fã desse menino não, sei lá porque. Fui ver Pulp fiction muitos anos depois, aí acho que perdi o bonde da história.
      besos,
      Helê

      Gostar

  6. Concordo também. Tarantino se supera, e revela que o tempo é um grande aliado de quem constrói e desconstrói ideias para reeditá-las num olhar pra lá de renovador. E, pasmem, ninguém nem percebe o galã Brad Pitt.
    Genial.

    Gostar

  7. Também sou fã de Tarantino e achei o filme genial.

    Gostar

  8. Monix, também achei espetacular, o melhor de todos.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: