Meta-identificação

Alice abre a porta da geladeira, bocejando. Passou o dia quase todo lendo e está se sentindo fora da realidade, como se sua própria vida tivesse se tornado insubstancial diante da ficção que a absorveu tanto.
Depois que você foi embora, Maggie O’Farrell

Talvez nunca tenha me identificado tanto com um personagem quanto no momento em que li esta frase. Empatias, várias, já senti e continuarei sentindo, posto que são a substância que constitui o prazer de ler.

Mas a sensação de repentinamente tornar a realidade mais irreal que o livro que me absorve, essa eu entendo completamente, vivencio cotidianamente, e no momento mesmo em que lia a frase era assim que me sentia, como se eu e Alice fôssemos, apenas naquele breve instante (já que de resto nossas trajetórias não têm mais nada em comum), a mesma pessoa.

E você? Quando lê ficção, como é sua experiência? Me conta.

-Monix-

6 Respostas

  1. Helena, o Cláudio pediu que eu entrasse aqui. Ele disse que não vai poder ir no encontro de hoje, houve um problema e ele pede para você ligar para ele.

    Gostar

  2. Bem, eu choro com os personagens, brigo com eles, suspiro, dou conselhos, xingo, converso com as linhas do livro, e quem passa perto de mim quando estou lendo acha que sou meio maluca, ou que pelo menos levo literatura a sério demais xD

    Gostar

  3. Eu entro completamente naquele mundinho da história. Se to lendo na rua, passo até vergonha, pq fico emocionada ou fico rindo, as vezes alto. E sinto falta dos personagens qdo acaba. As vezes eu retardo um tantinho da leitura, só pra não acabar logo. Depois fico me achando meio doida. rs

    Gostar

  4. eu vivo também nos livros. penso no que faria, me identifico, fico com raiva, choro, gargalho, anoto frases q gostei, quando acho q o personagem não é factível, fico meio brava. e sim, cada vez q acabo um livro, eu mudo.
    sobre outro assunto – o calor. pensei na coitada q reclamou do rio de janeiro chuvoso e meio frio do verão passado. ela errou feio de não voltar nesse ano, noup?
    🙂

    Gostar

  5. leio e a realidade é o livro. Vivo as linhas diante dos meus olhos, meu mundo é aquele, nada me tira dali. Tudo em torno de mim é secundário, o que leio é o que de fato me leva além. Terminado o livro olho o mundo com as cores que o livro me deu. O que sou é bem pouco, a maior parte de mim são os livros que devorei até aqui.

    Gostar

Deixe uma Resposta para Monix Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: