Experiência

Meu amigo Christian enviou uma entrevista do jornalista Paulo Henrique Amorim na qual ele traça um impiedoso painel do jornalismo brasileiro contemporâneo. Concordemos ou não, trajetória para isso ele tem. Então vale a pena a leitura, embora não haja ali nada de realmente novo pra quem lê o Amorim, ainda que eventualmente.

O que mais me agradou foram pontos fora do eixo principal da entrevista: a carioquice exibida com orgulho e graça, no final; a opinião sobre Paulo Francis (pra mim, uma farsa) e uma história saborosíssima, com a qual eu me identifiquei imediatamente:

Conhece a história do Rubem Braga? Era colunista da revista Manchete. Um dia ele foi pedir aumento ao Adolfo Bloch, que respondeu: ´Você escreve isso aí em meia hora´. Aí o Rubem rebateu: ´Eu escrevo isso aí em quarenta anos e meia hora´.

Helê

%d bloggers like this: