Ficção & realidade

Parece mentira, mas deu na BBC Brasil:

Após namoro em asilo, idoso de 97 se casa com noiva de 87

Henry Kerr, de 97 anos, se casou com a namorada Valerie Berkowitz, de 87 anos, após cortejá-la durante quatro anos.(…) Kerr disse que quando pediu a mão de Valerie pela primeira vez, ela “caiu em uma gargalhada histérica”. Mas ela aceitou quando Kerr disse que não pediria novamente.

**

Já essa aqui eu vi na série de ficção “The good wife”, mas há tempos não vejo uma fala tão lúcida.

Não acompanhei, mas o imbroglio central da série é fácil de sacar: Alicia, a mulher traída que aceita o marido de volta em casa – mas não no coração – tem uma queda pelo ex-colega de faculdade e atual chefe. Na cena final, o amorzinho platônico correspondido resolve deixar de ser Pacato e virar Gato Guerreiro: liga para Alicia e, quando vai, afinal, se declarar, ela interrompe dizendo “eu preciso de um plano”. Ela explica: “A parte do romance eu entendi. Mas eu dois filhos, um marido… Poesia é fácil. Difícil é reunião de pais”. A cena, sensacional, está no iutúbis, of claro.

***

É isso aí, Alicia, poetry is easy!

Helê

%d bloggers like this: