Despicable me

Recomendo “Meu malvado favoritodicumforça. Bem feito, inteligente, com tiradas bacanas para os adultos que não atrapalham os pequenos. E engraçadíssimo, dei muitas e altas gargalhadas – em companhia da Primeira Leitora, Ana Paula Urbanamente Medeiros. O filme contraria certa tendência dos atuais infantis, que misturam humor com uma boa dose de emoção, como uma espécie de pedágio a ser pago antes ou depois de se largar rindo desbragadamente (sei de gente que desidratou nos recentes e excelentes ‘Up’ e ‘Toy Story 3’). Não que eu não tenha vertido uma lagriminha básica em “Meu malvado favorito” – porque, you know, “a pessoa é para o que nasce”. Mas é quase 100% de diversão e graça.

Helê

4 Respostas

  1. Pô, eu chorei tanto no Up quanto na Princesa e o Sapo. E nos primeiros 20 minutos. É pedágio mesmo…

    Pedágio amargo esse, né, Túlio?
    Abração,
    Helê

    Gostar

  2. Helê, eu e o mocinho daqui adoramos este filme! Achei muito divertido e ri milhões também. Não sei porque, desde quando vi o trailler, associei ao Família do Futuro. Não sei se é o traço, mas algo me remeteu àquele filme, que também é ótimo. Veria de novo. Mas, a animação campeã deste ano pra mim é o Toy Story 3. Desidratei, como vc mesma disse e não vejo a hora de comprar o DVD pra chorar sem reservas em casa. hohoho

    Cara, Toy Story 3 desidratou geral – os adultos, claro, que todos reviram seus momentos de deixar pra trás a adolescência e a inocência, né?
    Que bom que vcs gostaram do “Malvado”!
    Beijo grande, querida!
    Helê

    Gostar

  3. Pôxa meu, fui sábado passado assistir esse filme e achei uma porcaria (sai antes de terminar, inclusive); a única coisa que prestou foi o vilão “Vetor”; que coisa não? E olha que eu sou fã de desenhos, mas esse não deu… a cena do Macaco “Big Brother” do filme Toy Story 3 é melhor que esse filme inteiro… vou assistir de novo pra ver se mudo a minha opinião; e falando em cinema, me disseram que “A Origem” vinga!

    Beijão,

    Giba

    Jura, Giba? Cara, eu adorei, veria de novo, inclusive. Agora fiquei curiosa para saber outras opiniões. Não sei se verei “A origem”, se rolar eu te falo.
    Beijo!
    Helê

    Gostar

  4. Pronto, apareci pra não deixar a hele mentir sozinha.
    Brincadeirinha…
    O filme é tudo isso que ela falou e muito mais. Nós demos risadas tão escandalosas que sobressaíam no meio da sessão. E tem um bônus extra: não há aqueles números musicais chatérrimos no meio. Além disso, há um monte de referências -algumas óbvias, outras nem tanto – a aspectos da vida adulta impagáveis.
    E eu quero um bicho amarelo desses!

    Caraca, Ana, vc acredita que eu havia escrito um ps ao post falando da mãe? Mas achei que não tava legal e cortei. Tinha razão, o seu é muito melhor, hohoho!
    Beijo,
    H.

    PS: pra entender, só vendo o filme: as mães são mesmo as culpadas de tudo, sempre. :D

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: