Cidadania para los ninõs

Eu não poderia deixar de  comentar nossa participação no Bloco da Dilma no domingo passado. Para nosostras, duas cascudas, ex-balzacas, “meio intelectual e meio de esquerda”, foi mais uma manifestação política pública à qual participamos, não sem alguma preguiça, ainda mais num domingo cinzento. Mas essa teve um sabor especial porque levamos os fridinhos.

Foi uma experiência pitoresca a primeira passeata dessas crianças que, queira Deus, vão assistir à eleição da primeira mulher à presidência do Brasil – e mais tarde poderão dizer que participaram, de algum modo. Estavam animados e mais questionadores que nunca: “Mãe, o que é democracia?” “O que é partido?” “A Dilma e o Lula também votam?” “Porque ele escolheu ela pra ficar no lugar dele, mamãe?” Nós, polvas como só as mães conseguem ser, tentávamos passar lições de Cidadania 1 e 2, olhar o trânsito, segurar a mão dos rebentos e D. Monix ainda tuitava, vejam vocês.

Na verdade eles queriam detalhes, porque são ambos Lula kids, nascidos em 2002, de casais de histórico de esquerda . A minha fridinha quase chorou quando soube que o Lula, que ela adora, não ia mais ser presidente (“POR QUE não?!”), mas embarcou na campanha da Dilma, talvez antes que eu, “porque ela é do Lula, né, mamãe!”. Lo friducho, também com o voto firme, não teve dúvidas quando viu Cláudio Luiz chegando, estiloso, com uma camisa do Santo Guerreiro: “Mãe, o Serra é o dragão e a Dilma é o São Jorge!”.

Então, pssouas indecisas e eventuais peessedebistas que estejam nos lendo: como não votar na candidata dos nossos filhotes fofos? Heim? Heim? (Alô militância, últimos dias de campanha, temos que usar todas as armas! E você aí, que tá torcendo o nariz, isso não é golpe baixo, é da mais altíssima cepa!).

*

Ainda teve o plus a mais de encontrar cazamigue da timeline, a galera com quem tuitamos. Haline, na verdade, foi o estopim de tudo: com um singelo “ué, leva a cria” me fez considerar a possibilidade. Quando dei a ideia para a pequena pessoa ela aderiu entusiasticamente e ainda sugeriu chamar a tia Moniquis e o pequeno, e lá estávamos nós, com mais a Lôra, su maridón e o filhote, além da Sabrina. Não ficamos muito tempo juntos porque o prazo de validade dos meninos venceu, mas foi uma delícia essa espécie de tuitação em 3D.

*

Momento Hoje eu vou assim para passeata: eu dizendo pra filhota que nos eventos do PT o povo veste vermelho. Toca a procurar uma roupa dessa cor, revira armário e tals. Aí vou me vestir e lembro-me da minha camisa branca, agora vintage, com a frase “A esperança venceu o medo”, que tem ainda outro adicional histórico: tenho uma foto vestindo essa roupa com a pequena no colo, com dias de vida (Lula Kids, num disse?). Dúvida entre essa e a vermelha do Mengão (que inclusive já me deixava pronta pra torcer mais tarde). Vesti as duas e pedi a opinião da menor. “Mãe, a branca te deixou balofuda, a vermelha justa ficou melhor”. Em 2010, a estética venceu a história.

*

Agora vou falar à vera pra vocês: sabem qual foi o ponto máximo da passeata pra mim? A hora que uma alegre e elegantíssima pssoua chegou pra mim e pra Mô e disse assim, na lata “Ei, vocês são minhas blogueiras favoritas! Você não disse que era pra gente se apresentar? Então!” Eu dei logo um abração, que eu sou disso, vocês sabem. La Outra, entre emocionada e atônita, só perguntava, “Mas quem é você, qual o seu nome?” E a leitora ainda chamou o marido e apresentou: “Essas são as Duas Fridas que eu leio sempre e tal”. E eu, eufórica, dizia pra Monix: “Deu certo, deu certo!” Corri e pedi pro Príncipe registrar o momento, porque aqui é assim, nós é que corremos pra tirar foto com leitor. Foi rápido e confuso – no mei da passeata, olhando as crianças – mas foi uma alegria enorme, emocionante mesmo, G., conhecer você e sentir esse carinho. Mirem-se no exemplo, leitores e leitoras!

 

Fãs da fã

Helê, com a revisão e aprovação da Monix

PS: Sem querer insistir, assim como quem não quer nada…aviso que estamos perto do comentário 3000, portanto, há mais uma Mariola Dufas em jogo…

Pideite!: Agora com foto da Gei – devidamente autorizada, que a gente não tá aqui pra fazer outing de ninguém, hohoho.

Anúncios

13 Respostas

  1. […] Alguns dias depois, no Gracioso, ali na Pedra do Sal, encontro com a Mary W., que veio ao Rio para uma curta temporada olímpica com a irmã, a Lídia – agora também W. Figura bacanérrima, bom papo, descontraída, em 5 minutos ficou à vontade na mesa como se conhecesse geral há tempos. Uma graça de pessoa que eu acho que a Mary tava miguelando por ciúme, coisa de irmã, sacomé. E a Mary revelou a condição dela de leitora com a frase mágica: “Ela te lê, Helê”. Pedi foto na hora; ainda bem que contava com  Cláudio Luiz,  que já está virando fotógrafo oficial desses momentos, desde o primeiro Grande Encontro. […]

    Gostar

  2. […] de que não poderia ter melhor companhia para o evento, já que foi com parte da timeline que vivi momentos importantes dessa eleição – parte importante dela estava, inclusive, em Brasília. Love you, […]

    Gostar

  3. Oi garotas,

    Nao estava na passeata, mas estou na torcida por um Brasil cada vez melhor. Votei na Marina no primeiro turno e agora, se ainda estivesse ai, teria votado na Dilma.
    Fico feliz por saber que aquele post em que esta pessoa que vos escreve foi convocada a materializar-se num possivel proximo encontro (na Lavradio ou nao) ja deu frutos.
    Espero que na comemoracao haja muitos bons encontros.
    Um beijo e parabens pelo post, como sempre.

    Oi, Gaby!
    Viu que bacana, suas palavras promoveram outro encontro, e nessa ciranda a gente vai longe!
    Sim, foi uma celebração memorável; agora é arregaçar as mangas e trabalhar muito, sem perder la frescura jamás!
    Beijo grande!
    Helê

    Gaby

    Gostar

  4. Que delícia!!!!

    os pequenos daqui,também adoram um ato político,pena que não deu p/ levá-los no comício,muita,mas muita gente.Mas,em dia de eleição,estavam todos de vermelho,adesivos,estrelas e um sorriso no rosto,Eu,de batom,camiseta e unhas vermelhas..

    Gostoso partilhar isso com eles, né, Mônica?
    Boa votação pra nós todos no domingo!
    Helê

    Gostar

  5. 3.000º? Mariola? Obaaaaaaaaaaaaa!!!
    Será que é o santo avisando que o vento vai virar a favor?

    Na Rádio Cabeça o Chico começou a cantar:
    “O marinheiro me contou
    que a boa brisa espalhou
    que vem aí bom tempo…”
    Vamos botar fé, Claudim!
    Besos,
    Helê

    Gostar

  6. adorei as máscaras dos pequenos!

    Solução de La Otra com o auxílio sempre luxuoso do nosso webdesigner, Carlos Valério!
    Beijo grande pra vc, Ju.
    Helê

    Gostar

  7. Poxa,
    Não ganhei a mariola.
    Este fuso esta a me prejudicar.
    Bom, para nós que ca estamos do outro lado do oceano, a torcida e que o país melhore efetivamente.
    E quem sabe um dia, poderemos retornar.

    Ô, Luanna, perdeu a mariola mas não perdeu a viagem! Continue prestigiando o Dufas e novas mariolas virão, hahahaha!
    Abraço,
    Helê

    Gostar

  8. E eles eram os MAIS animados. E vcs, hein? Todas trabalhadas no vermelho, da roupa ao batom. Adorei encontrar vcs lá no bloco. Fica a fotinho de td mundo pra gente lembrar depois. :*********

    ‘Cê viu que nosso batom combina com o colar da G? Muito chique nóis, hahahaha!
    Tb adorei, Halines, espero que a gente se encontre para celebrar!
    beijão,
    Helê

    Gostar

  9. Vai ter gente por aqui dizendo que nasceu naquele ano, mas tu se lembra do comício do Lula em 1989, na Candelária? Nós, a galera da Uerj, do Catete… Não sobrou nenhuma camiseta-testemunha daquela época perdida no seu armário?
    Em tempo: Ô Sabrina! Morri de rir com esta história do Mágico de Oz na passeata! Guarda esta camiseta da Dorothy pra sempre, porque ela é histórica.

    Não, querido, eu nem sei como é que essa de 2002 sobreviveu!
    Sabe o que eu lembro com clareza de 89? Do Lula na Uerj e a gente comovido pra cacete, lembra? Saudade daquela emoção.
    Beijo,
    Helê

    Gostar

  10. Eu também estava lá.

    E o registro valeu a Mariola Dufas, Claudim,
    esse é o nosso 3000º comentário !
    Uêba \o/
    Helê

    Gostar

  11. Helê e Monix,

    Foi um grande domingo esse! Como eu não tinha nada vermelho, fui com a camiseta do Mágico de Oz, que tinha a Dorothy e seus sapatos vermelhos 😀

    E foi um grande prazer conhecer vocês!
    Beijão!

    Prazer nosso, Sabrina, fique à vontade e volte sempre, a casa é nossa!
    Beijão,
    Helê

    Gostar

  12. O pai do pequeno fica orgulhoso do ato de cidadania. E deve ser bom morar em um país sem governo militar, sem pds, sem direita disfarçada. Um país onde o presidente sempre foi de esquerda e fala em tirar o povo da miséria, distribuição de renda, etc. Esse é o país dos fridinhos!

    Mas também é bom ter chegado um pouquinho antes e assistir às mudanças, né, Flávio? E até achar que teve uma pequenina, ínfima, alguma participação na construção desse país deles.
    Abraço,
    Helê

    Gostar

  13. Quanto à eleição… penso que quando Dilma subir a rampa (é tudo é uma questão de manter a mente quieta, a espinha ereta e bandeirinha nas mãos até domingo) todas nós mulheres estaremos representadas. Não tem Lula na cédula, mas um novo capítulo da história para escrever, sem dúvida.

    Ó que honra, Sócia, ser linkada pela filha da leitora! Dufas: atravessando gerações, hohoho! Mande as coordenadas depois, Gei.
    E sim, estaremos sendo representadas com dignidade e empenho. Não vamos perder o bonde, ops, o trem-bala da História!
    Beijo grande, querida.
    Helê

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: