Carnaval em cima do muro

Queridos leitores, como foram de Carnaval? Quem é de Momo foi para Momo, quem não é ficou escondido esperando o bloco passar?

A Helena nós sabemos onde esteve. Eu, que sou do muro, abri o Carnaval com a sócia, como vocês já sabem. Fiquei só um pouquinho e voltei cedo para casa, porque sou uma senhora séria e muito bem comportada, mas pelo menos deu para sentir o clima carnavalesco tomar conta da cidade. Também fui no Bloco de Segunda com o filhote e um amiguinho. Ele detesta Carnaval – aliás, os dois detestam -, mas achei por bem cumprir um certo papel educativo. Daqui a 20 anos, quando os amigos estiverem no momento nostalgia-da-infância e lembrarem da época dos carnavais de rua, pelo menos meu filho não vai ficar com cara de paisagem, sem saber do que se trata. Ele pode até dizer ‘minha mãe me obrigava a ir, mas eu achava aquilo tudo um saco’. Mas é melhor do que dizer ‘sei não, posso não, fui não, minha mãe me levou não’… já pensou?

O resto do tempo passei na contramão da folia, fui ao cinema infantil e adulto, li um pouco, descansei, encontrei amigos. Um feriadão desses não faz mal a ninguém.

-Monix-

Anúncios
%d bloggers like this: