Déficit de atenção, superávit de leitura

Desde que me entendo por gente, nunca a pergunta “o que você está lendo?” deve ter ficado sem resposta. Li sempre, até onde a vista alcança.

Mas leio com a atenção difusa, em geral 3 ou 4 livros em paralelo; livros com personalidades diferentes, como se fossem convidados de uam festa eclética.

No momento, por exemplo, minha lista de leituras é a seguinte:

As Seis Mulheres de Henrique VIII. Esse é o romance histórico. Interessantíssimo, deliciosamente escrito, mas às vezes me canso das tramas da corte e, principalmente, da genealogia confusa das famílias reais.

Aí eu descanso carregando pedra com o Contra Amor, que comecei quase ao mesmo tempo, por indicação do meu amigo libertino. Trata-se de uma análise cortante das relações amorosas tal como se estabelecem nos dias de hoje, ou seja, nossas quase sempre vãs tentativas de conciliar paixão, monogamia e perenidade.

Nos intervalos entre um e outro, caio na leitura fast-food de Leading Couples: Unforgettable Screen Romances of the Studio Era, uma delícia de biografia conjunta dos casais hollywoodianos que fizeram o mundo suspirar na era de ouro do cinema. (Acabo de me dar conta de que os 3 livros falam sobre romance e casamento, para o bem ou para o mal. Abafa.)

Correndo por fora, eventualmente pego uma leitura mais instigante, ou mesmo descartável, e não largo até terminar. Foi o caso de O Efeito Facebook, e provavelmente será da mesma forma com O Segredo de Frida Kahlo, que ganhei de presente de aniversário e com o qual sinto que viverei um caso de amor à primeira página.

Ficou cansada(o) só de ler o post? Ou se identificou totalmente com a minha maluquice? Conta para mim: como você se relaciona com os livros?

-Monix-

Anúncios

9 Respostas

  1. Tal como vc, também nunca estive sem ler nada. Não dou conta de não ter à disposição um bom livro.

    Mas eu sou bem disciplinada. Não começo uma outra leitura enquanto não terminar o livro atual. Minha atenção e concentração são muito focadas.

    Nestes últimos 12 meses alternei os 7 volumes do “Em busca do tempo perdido” com os 5 volumes do “História da vida privada”. Mas não misturei as leituras ao mesmo tempo. Eu acho indigesto, por exemplo, estar num climinha proustiano todo específico e de repente me envolver com as dinastias merovíngias. É muito pra minha cabeça.

    mil beijocas

    Gostar

  2. Eu lembro de ser uma leitora monogâmica e concentrada até uns 20 e poucos anos, mas ultimamente caí na poligamia literária (acho que coincidiu com a minha descoberta dos sites de troca de livros e a ”
    gula de querer ler mais pra trocar mais e ler mais ainda, ou talvez seja uma consequência do modus operandi pós-Internet mesmo de maneira geral. hm, taí uma ideia que não tinha me ocorrido ainda). Mas ainda acontece de aparecer algum livro que é O livro, e aí eu mergulho só nele até acabar sem sobrar muito espaço pros paralelos. Acho que o último desses foi o Mundo Pós-Aniversário ou talvez o Tete-a-Tete (onde eu já ando querendo, aliás, remergulhar bem fundo).

    Isso tudo sem contar as leituras a trabalho, claro.

    Gostar

  3. Eu sou gulosa com os livros como sou com a comida, quando começo e me empolgo quero devorar todo de uma vez, rsrs… Então é mais difícil ler mais de um ao mesmo tempo, mas acontece ás vezes, com livros muitos grandes ou complicados. Também me sinto orfã quando não tenho nada pra ler. No momento é a biografia da minha tia-bisavó que está me esperando, “Mate com Angu”, eu já li o primeiro capítulo e tive que sumir com o livro da minha frente, pq senão já vi que não trabalho mais hoje!

    Gostar

  4. Que barato! To lendo “As Seis Mulheres…” também, tenho uma pequena paixão pela Ana Bolena, então esse é o meu primeiro livro que conta a história das outras esposas. Já estou expert em Ana Bolena.

    Além dele, tem na cabeceira o “Ape House” e “As Horas Nuas” da Lygia Fagundes Telles.

    Acabei ontem “A Vida Secreta de Frida Kahlo” e estou pronta pra tentar uma das receitas no fim de semana.

    Boa leitura pra vocês.

    Gostar

  5. Monix, eu tento ler um de cada vez, porque gosto mesmo de me entregar a cada trama. Eu vivo sempre a história, sabe? Tô acabando o “Diário de uma Bipolar”, da Marina W, com o Bonequinha de Luxo, do Truman Capote engatilhado e acabei de comprar na Estante Virtual, o Servidão Humana. Esse último muito bem recomendado. Depois te conto o que achei deles todos, mas ler é sempre um prazer grande pra mim. Fiquei um tempão afastada dos livros, ao contrário de você, e tenho tentado resgatar, desde o ano passado, minha paixão pela leitura.
    Beijos.

    Gostar

  6. Estou lendo Desastre , Os Jardins de Kensington e a história do sequestro da colombiana Ingrid Betencourt.Tudo junto e misturado.

    Não esquece de vir aqui contar o que achou de ‘Desastre’, heim?
    Beijo!
    Helê

    Gostar

  7. Usando a perfeita analogia da Dani K, eu diria que comigo sempre rolou monogamia nas minhas relações com os livros. É um de cada vez e só me separo mesmo quando acaba… Ocorre que são vários amores acumulados ao longo da vida, então é uma monogamia meio ambígua, porque alguns livros se tornaram tão emblemáticos, que sempre preciso voltar para os braços deles… Em resumo: é uma relação monogâmica, que quando acaba perdura platonicamente e vira e mexa acontecem recaídas (claro que só no caso dos mais marcantes)… Ah, e não consigo ficar sozinha: sempre há um livro acompanhando os meus dias, desde sempre. O curioso na minha relação com os livros é que a paixão costuma se ampliar para os autores, de maneira que alguns escritores tornaram-se para mim fonte permanente de inspiração.
    Beijo.
    Daniele (vi que tem um Danielle com dois L´s ali em cima; eu sou a de BH).

    Gostar

  8. eu também leio vários ao mesmo tempo.
    Finalmente consegui chegar, ontem à noite, na última esposa de Henrique VIII, depois de passear pelas páginas de “Clarice”, “1822”, “História das Crianças no Brasil” e “Uma longa Idade Média”.
    Fora a fila de espera que volta e meia me seduz, e tenho que me segurar para não incluir mais algum aí nessa salada de livros que degusto tudojuntoaomesmotempo.
    Beijo.

    Fer

    Gostar

  9. olha..eu sempre li pelo – 2 livros ao mesmo tempo…normalmente um mais pesado e um mais light…mas não sabia que era DDA haha

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: