Metades

Tenho 41 anos. Numa hipótese otimista, devo estar mais ou menos na metade da minha vida.

Trabalho há 20 anos. Possivelmente, na metade da minha vida profissional.

Meu filho está completando 9 anos. Mais outros 9 e acho que posso considerar minha missão cumprida, né?

So far, so good. Posso considerar que meu copo está “meio cheio”.

-Monix-

 

Anúncios

4 Respostas

  1. Me ocorre uma boa cantada para um quarentão:

    – Para alguém de meia-idade, você está inteiraça!

    Como tenho só 39 por enquanto, e casado, então cedo o Copyright a quem tiver coragem de usar.

    Gostar

  2. Eu, que tenho 54 e meu filho mais novo tem 27, posso te dizer que a missão nunca é cumprida…Surgem novos problemas e novos tipos de apoio e ajuda, isso sim. E tem versão nova de problemas já vividos: minha filha tem 35, netas de 6 e 8, e tô aí, participando ativamente de problema de escola, médico, etc. Tudo vai depender de que tipo é o relacionamento que você vai ter com teus filhos adultos. Eu sou do tipo que não acha que mãe é amiga, mãe é mãe. Essa coisa de falar “minha mãe é minha melhor amiga” me dá arrepio, porque a gente sabe o que acontece com a amizades na vida, algumas continuam, mas a maioria muda, acaba, etc. Então fica aquela coisa de eu ser apoio, rede de segurança, conselheira e “ouvideira”. Tem funcionado bem. Pelo menos prá mim. Quando eles eram adolescentes eu (sei lá, instintivamente) percebi que o canal de comunicação com os filhos deve ser mantido sempre aberto e que essa responsabilidade é nossa, não deles, que são adolescentes, não adultos. E isso levou a uma relação muito boa entre eles e eu, super respeitosa, carinhosa e íntima. Deu certo conosco, não sei se é receita prá todos, isso nem existe. Nossa, que comentário imenso, comecei e não parei! Beijo, Fridas!

    Gostar

  3. Ixi, Monix. Pelas previsoes ai, essa geracao vai ser mais canguru que a minha, q já ta mais q abusando do direito de ser canguru. Acho q pode por ai mais 20, 25 anos na sua conta 😛

    Gostar

    • Tô sabendo, Lett! Mas acho que dá pra cnosiderar que lá pelos 18 / 20 anos o trabalho de “criar” já tá feito, né? Se vou continuar sustentando é outra história. 😛

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: