Dia 5 – Atriz e ator preferidos

Eu sei que ficou cafona dizer isso, em grande parte pela superexposição constante não só no próprio cinema como nas premiações, especialmente o Oscar, mas se tiver que escolher uma atriz de cinema, vou de Meryl Streep. Eu mesma já enjoei dela, mas é difícil pensar em outra quando lembro de personagens tão diferentes entre si quanto Julia Child e a mãe pós-hippie de Mamma Mia (só para ficar nos exemplos mais recentes). Ela realmente é incrivelmente versátil. De toda forma, vale também uma menção honrosa à Emma Thompson, outra atriz que adoro.

Nora Ephron recomenda ter Meryl Streep interpretando você

 

 

Na ala masculina certamente haveria mais opções, dado que os melhores papéis (e também a maioria deles, independente da importância ou qualidade) ficam para os homens. Mas eu não tive nenhuma dificuldade para escolher um: o primeiro nome que me veio à cabeça foi Philip Seymour Hoffman. Um ator monstruosamente bom, que transita por dramas e comédias com igual naturalidade, mantendo sempre um ar levemente gauche que torna seus personagens ainda mais interessantes (e, é claro, todos loucos, em maior ou menor grau). No capítulo das menções honrosas, preciso fazer uma citação a Leonardo Di Caprio e Brad Pitt, dois atores excelentes que conseguiram superar a pinta de galãs (o que não é fácil) e conquistar o respeito de seus pares e do público.

 

-Monix-

 

 

Anúncios
%d bloggers like this: