Elegância sutil

(evaixchelThe Hamer tribe touch of class – Ethiopia by Eric Lafforgue on Flickr via goodmemory)

Para mim, a ilustração perfeita para o verso de Caetano, “Quem não amou a elegância sutil de Dodô  Bobô?”, da canção  “Reconvexo“)

Helê

Anúncios

3 Respostas

  1. Helê, sei que é sempre um risco desafiar (ainda mais publicamente) a privilegiada memória musical dos Silva Costa, mas a elegância sutil não seria de Bobô, aquele atacante do Bahia, em vez de pertencer ao fundador do trio elétrico?

    Gostar

  2. Pequeno detalhe, grande elegância….!

    Obrigada pelo comentário, Henrique; volte sempre, a casa é nossa :-).
    Helê

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: