Gentileza

Esse verão só não será o das bolinhas ou da Praça Paris porque a instalação ficou pouco tempo em cartaz. Ficasse mais um bocado e já seria eleita point da estação, como ocorre sempre aos não muito criativos editores de segundo caderno. De todo modo, “Silêncio Total em Paris” será inesquecível para quem pode usufruir da ludicidade e beleza proporcionadas pela experiência. Não por acaso, nas duas vezes que fui  tive encontros inesperados e a continuação do programa foi igualmente prazerosa: seguiu-se ao passeio circular pela praça – tradição interiorana, como bem lembrou Ana Paula – papo com amigos queridos encontrados sem muita (ou com nenhuma) combinação, regado a chopp e risadas, no melhor estilo carioca de viver, sobretudo (n)o verão.

Por tudo isso, quando vi Giancarlo Neri, responsável pela obra, tive o impulso de abordá-lo e agradecer pelo que nos proporcionou, a nós cariocas e à cidade. Só depois que ele se afastou me dei conta de que não tirei uma foto com ele. Lamentei mas ao mesmo tempo fiquei meio prosa de mim mesma, por ainda ter e seguir impulsos, e por não sobrepor o registro à fruição do momento. E quando falei com ele nem tinha visto essa placa, que achei de uma gentileza incomum :

Helê

Anúncios
%d bloggers like this: