Correndo como uma mulher

Para Manu, companheira de corridas, cortejos  e desfiles😉

Kathrine Switzer, primeira mulher a participar da Maratona de Boston (EUA), em 1967 – apesar da tentativa de um dos organizadores de retirá-la da prova. Ela correu um total de 35 maratonas e até hoje viaja pelo mundo promovendo corridas femininas. Leia mais sobre ela nessa reportagem.

A americana campeã dos 800 m,  Alysia Montano, cresceu jogando futebol e apostando corrida com os meninos da vizinhança. Nessa época começou a usar uma flor nos cabelos “para lembrar a eles que estavam perdendo para uma menina”. Alysia mantém a marca registrada: “a flor significa força com feminilidade. Acho que as pessoas dizem coisas como ‘você corre feito uma garota’. Isso não significa que você corra macio ou  de um jeito delicado. Significa que você é forte”. (via High Heels)

Helê, voltando a correr

3 Respostas

  1. Helê, a reportagem do incidente saiu na Sport Illustraded no ano seguinte à maratona – é muito legal, como retrato de uma época:

    http://sportsillustrated.cnn.com/vault/article/magazine/MAG1081080/1/index.htm

    A matéria pode ser vista como foi editada (com a sequência de fotos, em que o namorado dela, um lançador de martelo, dá um chega pra lá em Jock Semple) em “View This Issue”.
    Bjs

    Obrigada pela dica, Suzana, vou conferir.
    Beijo,
    Helê

    Gostar

  2. Minha amiga Maristela corre pra cacete. Com seus 50 quilinhos, e apenas 8% de gordura corporal, voa baixo na pista do Parque da Cidade, uma espécie de Aterro do Flamengo que não deu certo aqui em Brasília. Sua diversão é ver os babacões barbados tentando recuperar a posição sempre que são ultrapassados (distraidamente) por ela. Resfolegantes como cavalos paraguaios em provas no charco, quase morrem para tentar acompanhar o passo largo da baixinha – que já está com seus 46 anos – e recuperar a posição de macho-líder-da-prova. O mais divertido é que, depois de todo o esforço, ela ultrapassa os cavalos paraguaios novamente. Sem esforço, sem acelerar a passada e sem sequer tentar competir com eles. Homem é bicho bobo.

    Sim, Chris, às vezes são mesmo, muito.
    bj,
    H.

    Gostar

  3. adorei nossas musas inspiradoras!🙂

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: