Juju & Brown

brown

Já contei aqui que a cria alterna momentos de surpreendente maturidade com outros da mais absoluta ingenuidade infantil. Esta semana aconteceu de novo, na mesma conversa.

Estava eu zapeando pela tv quando me deparo com o interessante documentário “A noite em que James Brown salvou Boston“.  A dimenor dá uma olhada e vê Mr. Dynamite cantando “It’s a man’s world’ – canção que ela conheceu interpretada por uma adolescente grávida, num episódio de Glee.  Admirada, ela aprova, do alto dos seus 10 anos: “Puxa, ele é homem e está cantando ‘It’s man’s world? Que exemplo, heim!”

***

lindaCorta. Cenas de saques, incêndios, prisões. Djubs quer entender o porquê de tudo aquilo; digo que as pessoas se revoltaram com o assassinato de Martin Luther King. Explico em linha gerais quem foi ele, porque a pequena pessoa estava achando muita confusão para a morte de uma única pessoa – mesmo sendo horrível qualquer pessoa morrer, bien entendu. Quando enfim compreende a importância do reverendo, imediatamente pergunta: “Foi por causa dele que criaram o Burger King”?

Helê

(Ilustra de James  via Pinterest;

fota do  thebrownbutter.tumblr.com)

%d bloggers like this: