Vá ver o Chico

4617998_x720

Se ainda não viu, faça a você mesmo um favor e vá. Contra fel, moléstia, crime; para um coração mesquinho, contra solidão agreste: Chico Buarque Artista Brasileiro é inconteste. O filme, que continua lotando sessões no Rio, serve de antídoto para o inevitável pessimismo reinante (Veríssimo, meu rei, com a lucidez de sempre,  chamou de uma clareira de talento e sensibilidade em meio à estupidez crescente). Antítese desses tempos de império do Ego e supervalorização das Caras, o documentário é totalmente anticelebridade. A gente sai do cinema com a sensação de que bateu papo com o Chico por duas horas – o que, convenhamos, vale o ingresso. Um papo agradável, bem-humorado, cheio de reminiscências mas sem nenhuma nostalgia.

Logo no início ele avalia que, quando jovem, mergulhou na literatura para chegar até o pai, amoroso mas um tanto inacessível. “Eu tive que achar o caminho até o escritório do meu pai”, ele diz, e na hora pensei: “mas não é o que todos nós fazemos, seja um bar, a oficina ou só a cabeceira da mesa?”.  Também em outros momentos Chico se mostra gente como a gente,  lidando com desafios, surpresas e sobretudo percalços da vida.  Sobre os quais, aliás, ele parece ter até mais prazer em falar: lembra, entre risadas, da primeira turnê fracassada pela Europa, com Toquinho; diverte-se ao contar do surfista no Arpoardor que o reconheceu na foto ao lado de Bob Marley num museu em Kingston. Com a mesma leveza reflete sobre a velhice  – fazendo contas que depois abandona – e sobre as mudanças no país.

Há momentos emocionantes, como o depoimento do Carvana sobre a primeira vez em que Chico viu a Marieta. Minha emoção se liquefez nos trechos sobre o Rio de Janeiro e a Mangueira porque aí é, literalmente, muito amor envolvido. Eu saí da sessão leve e satisfeita com o meu guri, que além de suas muitas e decantadas habilidades, domina mais uma, rara: soube envelhecer bem, mantendo a fleuma, o charme, a mente aberta e a gargalhada farta. Melhor só se estivesse, como encantado, ao lado meu.

Helê

4 Respostas

  1. Eu não vi, aqui não está passando, mas vou ver, ah, vou, Sinto que vai ter (pelo trailler, inclusive) algumas coisas repetidas daquela coleção maravilhosa de 12/13 DVDS e dos outros documentários que vi, que ele participa, como o do Vinícius. Mas acho que isso vai ser ainda melhor, acentuará a sensação de bate-papo que você pontuou, como a conversa com amigos queridos que volta e meia falam das mesmas coisas, ilustram com o mesmo exemplo e sempre gostamos e sentimos aquela ternura boa.

    (e, né, hoje e sempre eu sou da maneira que ele quiser, o que pedir eu lhe dou)

    Hahaha, verso muito bem empregado, Lu. Olha, é uma delícia o filme, e Chico nunca é demais pra gente, não é mesmo?
    Beijoca,
    Helê

    Gostar

  2. Muito bom Hele!!!

    Oi, Ana, bom te ver por aqui😉
    Beijoca,
    Helê

    Gostar

  3. Gostei demais do texto, Helê! Adoro o Chico, vou ver!🙂

    Obrigada, Tereza, não perca o filme, você vai adorar!
    Beijo grande,
    Helê

    Gostar

  4. Que resenha cinematográfica saborosa, que chamamento irresistível (inconteste!) que, de tão bem escrito, dá vontade de voltar para o cinema e ver o filme de novo! As citações às letras do gênio da MPB perfeitamente encaixadas e associadas às informações sobre o documentário. Enfim, um texto à altura da alta qualidade do artista.

    Ô, querido, muito obrigada, que generosas as suas palavras! Custei um pouco a escrever porque não queria contar demais, mas também não podia deixar de conclamar geral para essa alegria nem tão fugaz assim. Bom ver você por aqui novamente😉.
    Beijoca,
    Helê

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: