Engarrafada

Provavelmente não vai dar em nada, como sempre, mas distribuí likes com fartura no Tinder do B, no início da noite. Por puro tédio. Desculpaê, mas 40 minutos de engarrafamento na Presidente Vargas fazem você gostar de qualquer pessoa que não esteja ali.

**

Na verdade, eu não poderia ter encarado um engarrafamento num dia melhor:  pra começo de conversa, estava num ônibus com ar condicionado. Depois de 20 minutos comecei a sentir frio, mas, ahá!, tinha uma echarpe na bolsa (a caminho da 3a idade, eu não saio sem leque e sem um pano pra jogar nas costas). Meu celular tinha bateria porque hoje eu lembrei de levar o carregador (ah, garota!), e as migues me ajudaram a passar o tempo no whats. Eu tinha um bom livro na bolsa. Tinha comida, porque fiz comprinhas hoje, veja você, numa loja de produtos so called naturais. Então a comida ainda era saudável! Ou seja, absolutamente preparada. O problema de ser adulto é que mesmo quando você faz tudo certo, exatamente como deveria, sem esquecer nenhum detalhe, mesmo assim  quando você chega em casa não tem ninguém pra te dar parabéns.

f6ae27992fb239c097a83f6a65c85f55

(Salvo de tonyadaileyblog.com)

 

 

Helê

Aqui e agora

tumblr_nmnotqlXt51s4eggto1_540

(Itália, amediterraneandestiny)

Mais uma das “fotos de lugares anônimos, ordinariamente belos que dão aquela vontade imensa de estar lá naquele momento exato, tomando uma cerveja ou um café, andando ou encostada na soleira de uma porta, existindo feliz”. Da série Aqui e agora.

Helê

%d bloggers like this: