De Humanas

Da série Corações.

Helê

Anúncios

Na mão

Da série corações

Helê

Estados Civis Reloaded

Casamento não é para fracos.

Nada pessoal, sem ofensas – apenas uma frase de efeito para sublinhar a complexidade da condição de casado. Sou até a favor do casamento –  de tantos quanto forem necessários, como dizia uma amiga.  Para mim bastou um, obrigada, tô satisfeita.

Um alerta para os incautos que ainda acreditam em felizes para sempre. Você nunca vai ser feliz para sempre, baby: nem quando casar, nem quando tiver filho, nem quando tiver um casal, nem quando separar, nem mesmo, suspeito eu, quando acertar na loteria sozinho. Essa é outra lenda urbana, igual  fucking zona de conforto. Quanto antes você compreender isso, mais chances tem de ser feliz. Mas nunca para sempre, ciliga.

✽ ✽ ✽

Já a solteirice cai bem nos jovens, claro (o que lhes cai mal?) e nos que se mantêm no mercado, digamos assim. Porque independente do seu grau de interessância, a Lei Geral da Física Sexual (e a demografia)  estabelece que a quantidade de opções decai com o passar do tempo, salvo raríssimas exceções. E há dificuldades específicas para quem volta a ser solteiro depois de um tempo fora de combate. Equivale a voltar para uma festa que estava ótima e perceber que tudo mudou enquanto você esteve fora: a decoração, os convidados, o DJ e até (ou sobretudo) você. Que começa, inclusive, a questionar se a festa estava tão boa assim quando você saiu.

✽ ✽ ✽

Mas eu suspeito que, no frigir dos ovos (uia, alerta de velhice essa expressão, hein?), a pessoa é para o que nasce. Só, somente só. Assim vou lhe chamar, assim você vai ser. O que salva é que pra sempre não é todo dia.

✽ ✽ ✽

E esse é um post reescrito ou reciclado porque o Carlos me lembrou dele e porque you know the drill: calabocajámorreuquemmandanomeubloguesoueu. E porque eu quis postar essa imagem do perfil que mais tem me divertido nos últimos tempos, o Pensador Sincero:

23622279_2021925841422254_8513753800547345183_n

Helê

Gelado

b436e82ffa6f0304b5b5920d8f688057

Da série Corações

Helê

No mar você nunca está sozinho

a9a64a6b10fa836205b7346482987c1d

(A southern right whale underneath the boat of whale watchers off the coast of Argentina in the Peninsula Valdez. By Justin Hofman . Salvo de  coisasdetere.tumblr.com)

Helê

 

Dufas Dial no Spotify

Nós jurássicas, que mantemos este blogue há mais de uma década, quando chegamos, vocês sabem, isso tudo aqui era mato. Já vimos muita coisa surgir nessa internet sem porteira; algumas vingaram e outras tantas viraram poeira cósmica digital (dizem que os blogues também acabaram mas quem liga? Nós não).

Numa plataforma chamada Multiply criei o Dufas Dial, que reunia playlists relacionadas com meus posts, basicamente . O Multiply morreu, mas hoje existe o Spotify, e me ocorreu de reeditar lá algumas listas, ressuscitando posts antigos. E criar novas, se a inspiração me visitar.

Para começar, uma lista de variações sobre o mesmo tema: em 2009 eu escrevi sobre Don’t let me be misunderstood, essa canção que não para de ser regravada. O Spotify não tem algumas versões citadas no post original (que eu achei no Grooveshark, outra plataforma falecida). Em compensação, de lá pra cá a música ganhou versões de Mary J. Blige e Lana Del Rey, provando meu ponto. (Re)leia o post, ouça as faixas e escolha a sua interpretação favorita

tumblr_lvppc7iwGx1r6jeo6o1_400

Helê

Flexado

%d bloggers like this: