Quinceañera

As duas Fridas, Frida Kahlo, 1939

Hoje comemoramos nosso casamento mais duradouro, faz aniversário nosso filho caçula: este blogue que você lê agora. Completa quinze anos, a despeito da anunciada morte (e do propagado retorno) dos blogs, nós resistimos. Às tretas digitais, às transformações cibernéticas, às intempéries políticas, aos outros casamentos, às preocupações com os outros filhos, aos entusiasmos passageiros, às desilusões inevitáveis, nós resistimos. Nós permanecemos, we stand. E muito antes de ser um gesto necessário, político e solidário, nós, desde 2004, não soltamos a mão uma da outra. Não solte a nossa.

Obrigada e parabéns para todas e todos nós! Viva!

Duas Fridas

%d bloggers like this: