14 – bis!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uau! Catorze anos de blogue! Nunca imaginei que esse vôo duraria tanto, Sócia.E chegando aqui, agora, só posso desejar…bis!

14 anos de Duas Fridas – Feliz aniversário para nós!

E obrigada a todas e todos! (Comentários são sempre bem-vindos)

 

Helê

Anúncios

Monix Day – 10a edição

É hoje, gente, aquele dia de dar parabéns, presente, chamego, carinhos e afofamentos, virtuais ou não, nessa que é a nossa Hermione, a minha Sóciamada, a Monix (que também atende por  Mônica Chaves).

Viva ela! \o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/

Helê

Diálogos carnavalescos

– Vou mais tarde hoje, tô cansada. Ontem fui ao “Desculpe o transtorno”, ao Baile do André e fiquei na merda.

– Fiquei na merda é um bloco ou foi você?

***

– Que fantasia é essa?

– Eu tô de Dalila

– Ah, do Sansão…

– Não, a da música: “Eu sou Dalila, não vou negar…”

***

– Cara, num é que a Ivete Sangalo pariu no sábado de carnaval?

– E foi pra avenida depois?!

Bom carnaval pra geral!

Helê, of claro

Odô, Ya!

(Yemanja Odoya by Júlia Rodrigues)

Saúdo a Rainha do Mar em duas representações porque sua beleza e generosidade não cabem num risco só. Ôdo, Yá, conceda tuas bençãos!

Helê

(PS: Pretendo escrever um post laico antes do dia de São Jorge; vamos acompanhar).

Salve São Sebastião!

“No Brasil, diz a tradição, que no dia da festa do padroeiro, em 1565, ocorreu a batalha final que expulsou os franceses que ocupavam a cidade do Rio de Janeiro, quando São Sebastião foi visto de espada na mão entre os portugueses, mamelucos e índios, lutando contra os invasores franceses calvinistas.”

Tião, tamo precisando dessa força aí, heim? Chega junto – e pode vir como você está que é verão, tá quente à vera.

 

Helê

 

Abecedário 2017

  • Autógrafo do Amyr; Atílio (que viajou fora do combinado).
  • Bigorna e Bruno Mars (hot damn!) 
  • Clapton, Cultura Niterói, Curso de Extensão Luís Gama. 
  • Delia Ephron, a “sister writer”.
  • English classes. 
  • Fábrica Behring; Família extensa.
  • Gigoia: descoberta.
  • Heineken. 
  • I try to say goodbye and I choke. 
  • Jr.
  • Luís Melodia, saudade.
  • Mirante da Floresta, café da manhã; Mulheres Rodadas, um bloco família
  • Na Companhia de Jorge – arte e fé.
  • Obama Out, Observatório do Valongo, Omar, bar do. 
  • Piquenique das Fadas Madrinhas, Pinacoteca de São Paulo, Pintei o cabelo. 
  • Quinze anos, quase 50.
  • Rio de Tristeza, Rio em Shamas (oralidade 2.0.) 
  • Send my love to Helena“, disse Idris. Saturno, anéis e livro.
  • Turbante, reapropriação cultural, Turnê Helê. 
  • Uerj resiste (até quando?).
  • Vitor, Vera e Vila Madalena.
  • XIII anos de blogue.
  • Wilson das Neves, perda.
  • Yoga, bônus. 
  • Zero, trilha sonora.

Helê

Juju faz 15

Quinze anos minha filha faz hoje. Quinze anos. Um susto – porque afinal passou depressa (como tudo tem que passar, diz o Gil).

No início não era o verbo, era só presença, em geral calma, e logo, alegre. Não lembro direito quando sentou ou engatinhou, mas sei que sorriu aos dois meses – e não parou mais. E então fez-se a luz.

Uma aventura sem fim, essa de tornar-se mãe, pouco a pouco mas profundamente, como se ao invés de trocar de pele fossem crescendo outras camadas internas. Com ela virei adulta definitivamente (ainda que com recaídas).

Um espanto: como foi que surgiu essa pessoa, onde foi que acertei, o que vem de mim e o que não me cabe nem me diz respeito? É certo que esbarramos no pacote de autoestima na preparação e derramamos demais, mas acertamos em outras medidas. Ou tudo é alquimia e mistério? Jamais saberei, nunca desistirei de descobrir.

Uma graça que eu não canso de agradecer. Uma surpresa recheada de surpresas sucessivas que eu gosto de admirar crescendo e virando quem ela deve ser.

A Vera ontem lembrou um trecho do “Grande Sertão: Veredas”: “O menino nasceu e o mundo tornou a recomeçar”. O meu mundo recomeça cada vez que ela sorri pra mim. Há quinze anos.

Pensando bem, no início o verbo era amar, filha – e para você sempre será.

 

 

Que sejam felizes todos os próximos anos da sua vida.

Helê

%d bloggers like this: