Monix Day 2017

Foi preciso que o Rock in Rio fizesse 30 anos para que eu fosse a um – mas valeu a pena esperar, já que a companhia foi a melhor.

Foi preciso que inventassem a internet pra gente se encontrar, mas aquilo que tem que ser encontra força e meio de acontecer.

Foi preciso a maternidade para que nossa irmandade florecesse e criasse raízes profundas e ramificadas.

Precisarei agradecer sempre a precisão com que você chegou (e ficou) na minha vida, Sócia.

Feliz aniversário, Mione. Para você o que você gosta – diariamente.

Demais parabéns na caixa de comentários, sifazfavoire

Helê

Anúncios

Monix day – edição 2016

tumblr_nww46crPf91rsbo1mo1_500

 

O que faz uma morena linda e gostosa dançando no Dufas em plena segunda-feira? Comemora o aniversário de outra, ou melhor, de la Otra: a minha, a sua, a nossa Monix! Ok, não é uma morena qualquer, é Sophia Loren, mas tão pouco a nossa é gente de somenos importância. Muito pelo contrário: ela é demais, extraordinária mesmo, como diria o já citado urso Balu. Então vamos celebrar com abraços e carinhos e beijinhos sem ter fim, além de comentários por aqui, certo?

Lindona, mi sóciamada, pra você tudo de bom e de boas, assim mesmo no plural farto como você merece! Aliás, taí uma boa coisa pra desejar, se me for dado apenas um desejo: fartura pra você, taurina querida, de todas as formas, em todos os campos.

Feliz aniversário!

eef00f9e62c5064274f1b69d565eab95

Helê

 

Monix Day!

Nesse dia coalhado de gente da melhor qualidade fazendo aniversário*, brilha há mais tempo (mas não tanto) a minha, a sua, a nossa Monix!

Como jabá é bom e eu gosto, posto aqui a foto do site profissional dela que vocês devem conhecer e divulgar, galere!

Então é isso, um post combo: parabéns + trabalho, que a gente não perde tempo. Deixe seu carinho, seu abraço ou chamego aqui; para contatos profissionais e o melhor texto do oeste, visite http://www.monicachaves.jor.br/.

mchaves

Parabéns, Sóciamada! Saúde, sucesso  e sorte!

Loviú!

*Beijo também pra Calu, pro Joca, Lara e Joana!

Helê

Gracias, chicos y chicas!

E já que eu amo bacon,  aproveitei o aniversário e todas as oportunidades que ele me deu  para me saborear meu amigos queridos e todos que vieram me abraçar, deixar um beijo ou um parabéns puro e sem gelo no feicinbuco. Aqui aconteceu algo interessante: o número de visitas foi quatro vezes maior no dia do niver, mas os comentários não chegaram nem a dez. Não creio que ainda tem gente envergonhada de deixar pegadas por aqui! Humpf!

De qualquer modo, obrigada a todos que estiveram comigo das mais variadas maneiras. Foi um aniversário estendido, feliz e bem comemorado, em que diferentes tribos estiveram juntas numa mesma taba, para meu mais genuíno prazer. Obrigada de coração a todos e até os próximos!

Helê

Pastilhas Garota (porque drops, só a Fal*)

Gente, eu fico angustiada quando passo muito tempo sem escrever, sabe? Como bem observou a Outra: é como se chegasse visita em casa e eu não tivesse nada para oferecer. Mesmo postando imagens, que eu tenho o hobby de colecionar, sinto saudades das palavras – e medo que elas me abandonem, como um amor não correspondido.

**

Mas há tempos de estiagem, sabemos todos depois deste inverno tórrido (que incomodou até mim, mes mis). E então há que se ter paciência e esperar que as palavras voltem, como um amor prometido.

**

Enquanto isso, a gente brinca de soltar estas pastilhas com pensamentos incompletos, impressões imprecisas e inutilidades variadas. É o que temos.

**

Por exemplo:  existe sexo que não seja selvagem? (Se tem, como chama?)

**

Kiwi: a materialização do conceito “Beleza Interior”.

Rinoceronte: hipopótamo sem acabamento

Sustentabilidade: sutiã com bojo.

**

Lembra que eu disse inutilidades?

**

Sim, piscamos o olho e Setembro já é vai se acabando, logo quando a gente começa a pegar gosto. Antes do fim, no entanto, mais uma primavera se inicia, mais um aniversário –  que eu adooooro comemorar (quando eu disser que não, apurem, porque algo não vai bem). É quando o menino, o moleque que mora no meu coração me alcança, dá a mão** e saímos correndo pelo parque, pegando doce e dando risada.  Festejemos, pois, desde já, e até o último convidado!

(FROM THE HEART por vijvijvij em Flickr)

Helê

*Drops da Fal, o legítmo, que não solta as tiras, não é byer mas é bão

**Citando Milton & Brant, of claro, “Bola de meia, bola de gude

Muito obrigada, pessoas!

Para quem ligou, tuitou, mandou sms, msn, email, publicou no mural, deixou pegadas aqui  – uêba, muuuuitos comentários! – muito obrigada, de coração.

A bebemoração fica pra próxima semana, a primeira do mê$ – aquela em que a a gente pensa que tem dinheiro (e por isso fica sem na última).

Besos y gracias,

Helê

Parabéns pra você

Rio de Janeiro, 445 aninhos

“Eu te amaria,
ainda que fosses fria, vazia
Tudo que não és
E te devolvo em respeito o que me dás de alegria
Rio, sou a tua cria
No Rio, sorrio”

Zerodoisum, Lulu Santos

Helê

%d bloggers like this: