Dancing with myself

Dance como se ninguém estivesse olhando.

É daquelas frases com as quais a gente esbarra muito na internet, em geral em conjunto com outros conselhos igualmente desejáveis e inexequíveis (como “ame como se nunca tivesse se machucado” – ah tá, a-hã, senta lá, Cláudia).

Acontece que  há um prazer singular em se deixar levar pela música de tal forma que a gente nem se dá conta disso — e, paradoxalmente, só a consciência do outro indica e registra aquele momento recém vivido em que se confundiram as margens da música com as nossas. Como diz a canção de Billy Idol, na interpretação de Kevin Mchale, do Glee:

“Well there’s nothing to lose
And there’s nothing to prove
And I’ll be dancing with myself”

 

(Source: indikidual, via algoparapostear)

(De sunshinepotamus.tumblr.com)

(Repinado de crianças por Beth Salgueiro)

(via Touched by Time)

Helê

Anúncios
%d bloggers like this: