Sem modéstia

Duas Fridas

Blog day

Blog Day 2009 Este já é o 5º Blogday, portanto uma verdadeira tradição. :-) Minhas indicações este ano são “visuais”:

The Big Picture, que eu já indiquei aqui antes, fotojornalismo da melhor qualidade: realismo, denúncia, arte, humor, poesia até.

I can read – leitura diária que faz aumentar minha coleção virtual de imagens.  Mistura meu interesse amador por design e meu amor pelas palavras.

Artist blog – um nome singelo para um traço idem de uma ilustradora húngara (!).

Don’t touch my moleskine – também já foi citado aqui esse delicioso blog da Dani Arrais. Muitas belas imagens, grandes sacadas e conselhos imperdíveis.

Vladstudio – o russo Vlad coloca à disposição seus desenhos em formatos variados (papéis de parede, ícones, calendário), sempre com opções gratuitas. Adoro o humor de suas criações, quase sempre comum toque infantil.

Helê

Update da Monix (pois meu lema, como se sabe, é:  antes tarde que mais tarde ;-)):

Manual do Minotauro – Porque Laerte é, e sempre foi, indispensável.

Cinematório – As críticas de cinema são muito bem fundamentadas, mas o que mais gosto são as notas no final de cada texto, sintetizando o conceito do filme analisado.

3X30 – Descobri há pouco tempo este blog, que conta as aventuras e desventuras de uma solteira, um (des)casada e uma divorciada. Já estou ficando fã das moças.

Urbanamente – A Ana Paula não precisa de recomendação de ninguém, pois já começou por cima, no topo da cadeia alimentar da blogosfera. Mas se você é um dos poucos que ainda não descobriu as sacadas geniais dela sobre cidades e as pessoas que nelas habitam, o que está esperando?

Terapia Zero – O dia-a-dia da anna v. não é muito diferente do meu (e não à toa, pois descobrimos recentemente que somos vizinhas, ambas com filhos pequenos e trabalhadoras do Brasil). Só que ela conta de um jeito muito mais interesante.

E vocês, o que andam lendo?

Ainda em tempo, uma indicação em edição extraordinária, que quase a gente esquece: o novíssimo Sexismo na Política, comandado por um time de primeira linha, que inclui nossa querida Ângela F.

Abundância

Legenda que virou PS: A foto é pra compensar a b*nda do Hugh/House, que a gente é condescendente ma non troppo ;-)

Alex Castro, o síndico

Depois ele diz que não entende porque nós o chamamos de síndico da blogosfera. Diz pra mim se não poderia ter sido o Tim Maia a escrever um FAQ só pra malas?

Duas Fridas

Corrida para quem precisa

Quando eu escrevi aqui sobre a minha primeira corrida de rua recebi vários175746760 comentários bacanas de gente que também corre, correu ou se preparava pra correr.  Um deles era da Ludmilla, que comentava pela primeira vez:  “Estou me preparando para viver esta emoção“, ela disse. Trocamos alguns e-mails e eu dei algumas dicas que, pra mim, foram preciosas.

No dia 2/11 eu estava novamente no Aterro, naquela que seria a estréia dela e a minha segunda prova. Pensei na Ludmila e torci para que ela completasse a corrida bem. Alguns dias depois pintou um novo comentário lá no post:

Eu consegui! Completei a prova correndo o tempo todo, sem caminhar. Lembrei de vc em muitos momentos e quando avistei a chegada – já estava nas últimas – fiquei super emocionada (programei meu MP3 para chegar ao som do “Tema da Vitória”, e deu certo!)! Completei os 5 km em 35:09.
Ludmilla

Então eu disse a ela que publicaria o depoimento aqui na frente, pra todo mundo ler, porque pode ser útil pra mais alguém. E assim a ciranda vai aumentando e a gente segue fazendo amigos e influenciando pessoas ;-).

A quem interessar possa, eu postei uma lá no Chatô pleilist do Circuito Vênus (eu sempre preparo uma lista pra cada corrida, de acordo com o tema, o clima e diversas outras variáveis).

Até a próxima, Ludmilla.

Helê

Apostando corrida

A Ida perguntou:

“Pô, só hoje eu já pitaquei um bocado. Tá quanto, hein? ”

E o uordipréssi responde:

Você tem 179 posts, 4 pages, 15 drafts, constituídos em 14 categories e 200 tags. You have 926 total comments, 926 approved, 0 spam and 0 awaiting moderation.

A corrida continua. Vamos lá?

-Monix-

Quem chega primeiro?

Nós não andamos escrevendo muito, e vocês tampouco andam comentando. O que será que chega primeiro, o 200º post ou o milésimo comentário? Vamos apostar?

Você tem 169 posts, 4 pages, 9 drafts, constituídos em 14 categories e 178 tags. There is 1 post pending your review. You have 884 total comments, 884 approved, 0 spam and 0 awaiting moderation.

Las Duas

Das coisas legais de ter um blogue

* Fazer conexões entre amigos daqui e de acolá, como nas festas de aniversário em que se juntam diferentes turmas num só lugar, tendo você como o denominador comum. Assim: já aconteceu de falar pra Ana Paula :”Um leitor nosso, de São Paulo, o Giba…” E ela, reconhecendo: “Sei, o Giba, claro”. Ou falar pra Renata: “O meu amigo Chris, de Brasília”, e ela: “Sei, o flamenguista.”

* Quando lembram do que vc escreveu, mesmo muito tempo depois: na última viagem pra São Paulo, encontrei com o Zé, meu querido, Zé, no day after de uma bebedeira em família. Ou seja, naquela ressaca de dar dó no cerumano. Quando sentamos no restaurante, e eu escolhi o refrigerante, o Zé desencavou o mantra da ressaca: “coca cola light lemon coca cola light lemon coca cola light lemon”.

Helê

Do processo de auto-exposição, ou “o trenzinho do meu ego”

Me perguntaram se não acho estranho escrever no blog, para pessoas que não conheço, não sei quem são, nem onde estão. Olha, na verdade eu nunca tinha pensado nisso, por incrível que pareça. Sou jornalista, e fui treinada para escrever com o objetivo de informar ao público, em tom neutro e objetivo, etc etc.
Quando comecei a namorar a possibilidade de criar um blog, o que me moveu foi a descoberta de um texto novo, que eu nem sabia que seria capaz de escrever. Escrevendo, passei a conhecer emoções e opiniões que, mesmo sendo minhas, eu nunca soube que estavam lá. Passei a observar coisas do cotidiano com outro olhar. Passei a elaborar meus pensamentos de outra maneira. E é até meio envergonhada que confesso: passei a viver meio obcecada com o próximo post.
É claro que é muito legal saber que já temos uma “audiência” fiel; que muita gente que não nos conhecia vem ao blog por links em outros blogues; que pessoas de vários cantos do mundo chegam até aqui; que mais que leitores, fizemos amigos por causa deste blogue. É bom demais ler os comentários, é bom demais receber e-mails, é bom demais saber que vocês estão aí. Mas a brincadeira começa aqui dentro, de mim para mim mesma.
Quem está chegando agora pode entender como tudo começou ou dar uma conferida na genial definição da Angela. Enquanto isso eu fico aqui pensando se existe alguém mais incoerente que eu nesse mundo. (A pessoa diz que escreve pra si mesma e passa três parágrafos conversando com leitores imaginários. Podem internar.)

– Monix –

Publicado originalmente em 12 de setembro de 2005

Ainda a quinta

7 de agosto de 2006

La Outra postou as fotos do encontro, publicamos aqui uma resenha da noite memorável e agora a trilha sonora rola no Dufas Dial, aguardando audições e comentários, lá ou cá. Mas ainda é preciso dizer que:
– O Alex Castro é uma figura: divertido, afiado, loquaz e polêmico. Assim como o blogue dele, só que mais suave (embora seja uma leitora bissexta, confesso).
– A Marina W. também guarda semelhanças imensas com seus posts: elegante, inteligente e muito bem-humorada – de um humor nada óbvio, mas sutil e freqüente.
– Marina e Alex sentados lado a lado formaram a dupla mais interessante da noite.
– Se bem que o casal da noite era formado pela Ana e pelo Idelber, sem dúvida. Ela, linda, com uns olhos inacreditáveis, misturando simpatia e mistério na dose exata pra encantar a todos. Ele, o cicerone perfeito, o companheiro atento a deixar brilhar a protagonista da noite e alguém que cumpre tudo o que promete no blogue: conhecimento sem arrogância, fineza sem afetação, generosidade genuína e um jeito quase carioca de estar e deixar à vontade quem está perto, como estivéssemos sempre estado juntos.
Ah, esse povo de Minas, sempre a nos encantar…
Helê

PS: Depois desse evento Las Fridas conheceram dois dos 15 top sexy blogueiros; só faltam 13, hohohoho!

PS: Se você não conhece ninguém citado nesse texto nem se interessa, mesmo assim não deixe de passar no Dufas Dial. Afinal, as canções são sobre Ciúme, e quem nunca sentiu (ou nunca foi alvo de), que atire a primeira etc.

%d bloggers like this: