Para não esquecer

Porque eu me recuso a contribuir para o Museu do Esquecimento (como bem disse meu amigo Paulo Magalhães®), vou lembrar que há três anos Cláudia Silva Ferreira foi assassinada pela PM do Rio de Janeiro e até hoje não houve julgamento. E os policiais que participaram da ação estão trabalhando normalmente. Podem parar seu carro e pedir seus documentos. Podem atirar num suspeito perto de onde você está. Podem te colocar na caçamba.
Cláudia não pode mais nada. 

081665800claudia1

Imagens do projeto  “Mais 100 vezes Cláudia”, da mulherada porreta do Think Olga.

Helê

Anúncios
%d bloggers like this: