Industrial

tumblr_mtbl8gI8xk1remi1uo1_1280
(The Untitled – Personal Work, Jesar)

Da série Corações

Helê

Pra viagem (à importer)

(Anatomical Heart Travel Mug – Bread and Badger Gifts)

Da série Corações

Helê

tumblr_n1d27dCHva1r4zr2vo2_r1_500

(headlikeanorange: (Joshua VP)

Tem a crise. Ok, é real, taí. E tem o mimimi da crise. E a reiteração da crise, over and over, quase uma campanha para assegurar que estamos, de fato e irremediavelmente, na crise. Eu, que há muito perdi o hábito de assistir a telejornais , vi outro dia o início do Bom dia Brasil e era algo como “Cresce o desemprego. Diminuem as vagas na indústria automobilística. A ameaça chega também ao setor público”. Em outras palavras: não tá fácil pra ninguém, tá ruim pra todo mundo e a tendência é piorar. Uma conhecida contou de uma matéria sobre o Dia das Crianças em que uma delas falava… da crise. Parece data comemorativa no Facebook, todo mundo falando do mesmo assunto, e sempre mais do mesmo. Que. Sa.co. Pô, se eu estiver num barco que está fundando não vou ficar repetindo “Tá afundando! tá afundando! tá afundado! “. Vou pedir ajuda ou ficar quieta, que muito ajuda quem não atrapalha. Por tudo isso estou ouvindo Supertramp, o disco* “Crisis? What crisis?”.

Era isso, só um desabafo.

81Y0kvZEVaL._SL1422_

*#medeixaqueeusoudessetempo

Helê

Sob o sol de Libra

.
fe4a4d263dd559b5b9bc397c6e9edbd6 (Encontrado em choklatte-shoppe-4u.tumblr.com)


Sobre esse lugar in between, privilegiado e  kinda angustiante, der ser mãe e filha e de estar mais ou menos no meio da vida. A proto adolescente, como sempre falando 17 assuntos por minuto,  comenta, naquela zona nebulosa e brilhante entre o sério e o divertido, que  uma das maravilhas de crescer vai ser não ter que contar pros pais que tirou nota baixa. Porque,  tipo, se não conseguir, assim, entregar um relatório no trabalho, quando eu for adulta, qualquer coisa assim, não vou  precisar contar pra pai e mãe, que é tipo, uma parada mega tensa!. E concluiu com a seguinte frase: “Porque é muito ruim precisar da aprovação de pai e mãe, cara!!!”

Entendi o que ela disse com o coração, que chegou a pesar, dividido feito uma laranja. Minha reação foi pegá-la no colo – ou o mais próximo disso que ainda consigo -, e responder como filha, como quem entrega um segredo: “O problema é que a gente passa a vida toda esperando a aprovação dos pais”. Ela arregalhou os olhos: “Sééério???” E seguiu direta e reta, como de costume: “E você procura aprovação do seu pai até hoje?!?!” Desviei como quem esquiva de um golpe de capoeira e completei a resposta anterior, agora como mãe, fazendo um cafuné: “Acontece que vocês são muito bobinhos que não sabem que a gente sempre aprova vocês em tudo!”. Risadas, carinhos  e logo 27 novos assuntos inundaram a sala. Embora eu siga até agora librianamente dividida e tocada por essa conversa despretensiosa de uma segunda-feira idem.

544037f32cacfc5d8735380c27c3e26f

(por valeriahernan em Flickr)

Helê

Sábado

tumblr_muudd3M1e11seh3zwo1_500

(via Robolikes)

Helê

Molduras

tumblr_nqhrnmdj9v1trfawoo1_1280

(colorel11: © Oscar Villasante – Ventane,Spain (via theperfectworldwelcome) )

tumblr_nvlsji7WWE1u9ie84o1_1280

(radiosciampli: A DOMANI via F&O Fabforgottennobility)

Da série Janelas

Helê

Engarrafado

df268938fc471e3143d5acbf13396075

(Encontrado em ifioricadonoinprimavera.tumblr.com)

Da série Corações

Helê

%d bloggers like this: