Campanha Namore uma Mãe Solteira (sempre!)

Aproveitando a rebordosa do Dia das Mães, relançamos a mundialmente famosa e permanente campanha do Dufas, no ar desde 2005:

Campanha Namore uma Mãe Solteira

Diretrizes básicas:

1) Nós não temos pressa de casar, porque já temos filho

2) Nós não temos pressa de ter filho, porque já temos filho

3) Nós não temos tempo de grudar no seu pé, porque já temos filho

4) Se você quiser ter um filho, tudo bem, porque já temos filho

5) Se você não quiser ter filho, tudo bem também, porque nós já temos filho

Use os comentários para contar se você já se beneficiou da nossa campanha ou se tem mais alguma vantagem a acrescentar à nossa lista.

Helê


Anúncios

20 Respostas

  1. Amei! É isso q penso. Bjs

    Obrigada pela visita, Luciana; volte sempre, a casa é nossa 😉 .
    Aquele abraço,
    Helê

    Gostar

  2. Aderi à campanha em 2007 e posso dizer que realmente funciona! E agora sou uma mãe casada e com mais um filho!

    Ó que lindo esse depoimento, minha gente!
    Beijo, Ingrid, e parabéns pela filhota fofa!
    Helê

    Gostar

  3. Eu sou testemunha de que essa campanha já rendeu muitos frutos!
    Mas ainda podem ser planejadas ações mais efetivas para consolidar a mudança no comportamento do “consumidor”. 😛
    Ou seja: rapazes, animem-se! Vejam tantas mães solteiras, lindas e felizes a fim de encontrar um novo amor. 🙂

    Gostar

  4. Achei a campanha hilária. Tô rindo até agora…Engraçada e necessária. Congrats.

    Esse é o espírito, Judith, rir e lutar, hahahahaha!
    Beijo,
    Helê

    Gostar

  5. Boa essa. Bem, estou namorando uma mãe casada – comigo. Serve? Assim impeço uma mãe de se tornar solteira e a concorrência aumentar.

    Serve, Túlio, namorar é o mais importante! Sobretudo a própria mulher.
    Abração,
    Helê

    Gostar

  6. Vejam como a campanha tem funcionado mesmo, heim! MAs eu queria ver um depoimento de um namorado de mäe solteira! DAria aquele plus( a mais hehehehe)

    Amay, Gisele, eu também adoraria, viu? Podem aproveitar até a deixa do visitante anônimo, né?
    Beijo!
    H.

    Gostar

  7. Adorei a campanha. Compartilhei, pois acho fundamental… tô casada há um monte de anos agora, com um cara que não conhecia a campanha mas achou boa a idéia, na época. Na época, ele não queria ter filho… e acho que foi fundamental o fato de eu já ter um. Agora, eu tenho dois, e ele tem um – comigo.

    Uau, Renata, que depoimento bacana! Puxa, muito obrigada por compartilhar.
    Volte sempre, a casa é nossa.
    Aquele abraço,
    Helê

    Gostar

  8. Ah, que máximo! Eu namorava até um mês atrás um cara que amava essa proposta! Agora vou ter que lançar a campanha no ar de novo! rsrsrs

    Isso aí, Lúcia, de volta à ativa, hahaha!
    Aquele Abraço e volte sempre.
    Helê

    Gostar

  9. Fantasticooooooooooooooooooooooooo
    amei a campanha…apesar de eu ser “mãe que estou namorando”rsrsrsrsr

    amei…bjos

    Obrigada, Aline. O importante é espalhar a ideia 😀
    Abração,
    Helê

    Gostar

  10. Ainda não fui beneficiada pela campanha, só descobri agora, mas ri um bocado, e isso já vale muito depois de um dia duro.

    Nossa, Lucirene, só vale, viu? Escrevo pra isso – entre outras coisas.
    E tenha fé que a campanha há de te favorecer também.
    Aquele abraço e volte sempre.
    Helê

    Gostar

  11. Olá,
    Namoro uma mãe solteira (agora não está mais solteira) há 1 ano e acho o máximo, pois ela e filha dela conseguem me proporcionar uma felicidade inesplicável, as vezes é complicado, difícil mas eu tento entender pois sei que a atenção dela também tem que ser voltada pra filha. Quando saímos me sinto um marido/pai mãe de um lado filha do outro todos de mãos dadas.
    Amo muito esses dois presentes que DEUS me deu não as troco por nada.

    Oi, Thiago, tudo bom?
    Seja bem-vindo e obrigada pelo depoimento! Volte sempre, a casa é nossa.
    Aquele Abraço,
    Helê

    Gostar

  12. Adoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!! E eu que já tenho 2!!!

    Dois namorados?! Que benção!
    You go, girl!
    Aqule Abraço,
    Helê

    Gostar

  13. Meninas, achei por bem reativar a campanha, no Dia dos Namorados. Beijos!!!

    Gostar

  14. 6) nós queremos 20% do seu rendimento.

    Justiça catarinense condena padrasto a pagar pensão para ex-enteada

    Renan Antunes de Oliveira
    Do UOL, em Florianópolis

    A juíza Adriana Mendes Bertoncini, da 1ª Vara de Família de São José, na Grande Florianópolis, ordenou que um homem que se separou de sua companheira em fevereiro de 2011 deve pagar pensão de 20% de seus rendimentos à ex-enteada, filha de um casamento anterior da mulher.

    A decisão é controversa, não tem precedentes na Justiça e está amparada apenas numa liminar –o padrasto afetado pela medida pode recorrer.

    O homem é um engenheiro de 54 anos. A mãe, de 41, propôs a ação, em favor da filha de 16. O casal manteve 10 anos de união e se separou em fevereiro do ano passado.

    A decisão da juíza é baseada no conceito da “paternidade socioafetiva”, aquela em que o pai é quem cria, e não o biológico.

    Para a juíza, o engenheiro criou laços com a família ao incluir mãe e filha como dependentes no imposto de renda e pagando todas as despesas delas.

    A garota já recebe uma pensão do pai biológico. A juíza disse na sentença que não importa este auxílio, determinando que o padrasto “continue a contribuir para suas [da menina] necessidades básicas devido ao elo afetivo existente entre eles”.

    A juíza viu no fato de o padrasto ter pago a escola da menina outra “prova da paternidade socioafetiva”. A liminar que obriga o pagamento da pensão foi dada apenas sob requerimento da mãe –o engenheiro não foi ouvido nesta fase do processo.

    A mãe caracterizou na ação que o companheiro participava do Dia dos Pais na escola e nas festas familiares, e não o pai biológico.

    O padrasto fez um último pagamento para a menina e a mãe em março do ano passado, depois da separação, mandando as duas para a Disney.

    A juíza Adriana disse hoje que não comentará mais o processo porque ele está sob segredo de Justiça, impedindo a divulgação dos nomes dos envolvidos.

    Gostar

  15. não. achei que foi um desabafo…

    Gostar

  16. Sou um colaborador contumaz da campanha. E sou pai solteiro.

    Gostar

  17. Gostaria de conhecer uma mãe solteira,amo bebês e tenho vontade de ter filhos e ser mas feliz…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: